Quando Deus Parecer Estar em Silêncio

QUANDO DEUS PARECE ESTAR EM SILÊNCIO
mensagem pregada pelo Pr. Acyr Júnior
“Meu Deus! Meu Deus! Por que me abandonaste? Por que estás tão longe de salvar-me, tão longe dos meus gritos de angústia? Meu Deus! Eu clamo de dia, mas não respondes; de noite, e não recebo alívio!” (Salmo 22.1,2 NVI)
“Até quando, Senhor? Para sempre te esquecerás de mim? Até quando esconderás de mim o teu rosto?” (Salmo 13.1 NVI)
“Ó Eterno, estás me evitando? Onde estás quando preciso de ti?” (Salmo 10.1 AM)
“Por volta das três horas da tarde, Jesus bradou em alta voz: […] Meu Deus! Meu Deus! Por que me abandonaste?” (Mateus 27.46 NVI)
Uma das coisas mais complicadas de se compreender na caminhada da vida é o silêncio de Deus. É quando levamos uma causa diante Dele e parece que não recebemos a atenção esperada. Por mais que clamemos, o tempo passa e não vemos resposta. O silêncio de Deus é a Sua aparente indiferença para com a nossa necessidade.
Todos os versos que lemos são gritos na alma de pessoas que experimentaram o silêncio de Deus, inclusive do seu próprio filho, Jesus. São expressões que demonstram a dor, o sofrimento e a luta de gente que não conseguia ouvir a voz de Deus em meio ao tormento. É duro experimentar o silêncio de Deus. É um silêncio que dói, é um silêncio que prova, é um silêncio que machuca, é um silêncio que traz angústia, é um silêncio que fere. Não é fácil clamar a Deus e ter o seu silêncio como resposta.
Entretanto, aprendemos na sua Palavra que, quando Deus parece estar em silêncio, coisas grandes e inimagináveis estão para acontecer. Então, se você tem experimentado o silêncio de Deus, prepare-se para ser um alvo das coisas extraordinárias e sobrenaturais que ele deseja fazer na sua vida e através da sua vida.
Olhando para vida de alguns personagens bíblicos que experimentaram o silêncio de Deus, podemos aprender lições preciosas que nos ajudarão a compreender o que Deus deseja operar em nós quando ele parece estar em silêncio.
Quando Deus parece estar em silêncio…
1. Eu DESCUBRO que preciso ter mais INTIMIDADE com Ele
A vida de Jó nos ensina sobre como ter mais intimidade com Deus quando ele parece estar em silêncio. Tudo começa quando Deus dá testemunho para Satanás de quem é Jó:
“Disse então o Senhor a Satanás: Reparou em meu servo Jó? Não há ninguém na terra como ele, irrepreensível, íntegro, homem que teme a Deus e evita o mal.” (Jó 1.8 NVI)
Após essa declaração, Deus provou o seu servo Jó, permitindo que Satanás lhe tirasse todos os bens, todos os filhos e ainda o assolasse com feridas terríveis, da sola dos pés até o alto da cabeça. O tempo virou na vida de Jó. O que era alegria, tornou-se em tristeza. O que antes era motivo de sorriso, agora é motivo de choro. A paz que reinava em sua vida deu lugar a uma guerra que envolvia os aspectos físicos, materiais e espirituais de Jó.
Enfim, o homem íntegro, reto, irrepreensível e temente a Deus estava vivendo a dor mais profunda que um ser humano podia viver. A tragédia chegou, definitivamente, na vida de Jó! E foi exatamente neste tempo que Deus fez silêncio na vida de Jó. A dor do silêncio de Deus na vida de Jó era tão intensa, que ele chegou a fazer a seguinte declaração:
“… Não vou desistir, vou em frente, pois a minha queixa é legítima. Deus não pode me tratar assim – não é justo. Se eu soubesse onde encontrá-lo, eu iria correndo.” (Jó 23.1-2 AM)
O que processo que Deus começou no início do livro de Jó só teve resultado no final do mesmo livro. Depois de passar pela prova, enfrentando o duro silêncio de Deus, Jó descobriu que precisava disso tudo para conhecer mais o Senhor, para ter uma intimidade mais profunda com ele.
Jó era um homem honesto, de palavra, íntegro, reto, totalmente dedicado a Deus e que odiava a maldade. Mas ainda estava longe de conhecer na intimidade o Deus a quem ele tanto amava. Depois do temporal, veio o tempo de bonança, e Jó fez uma linda declaração:
“Agora confesso: antes eu ouvi falar a teu respeito; mas agora te conheço, pois vi com meus próprios olhos.” (Jó 42.5 AM)
Uma coisa é ouvir falar sobre Deus. Outra coisa, bem diferente, é conhecê-lo na intimidade. Deus restituiu tudo a Jó: bens, filhos e saúde. Ele experimentou o melhor de Deus depois de passar um tempo experimentando o seu silêncio nos momentos mais difíceis da sua vida!
Se você está atravessando uma luta difícil demais, uma dor insuportável, um enorme vazio na alma, e parece que Deus está em silêncio, prepare-se: Deus quer você mais pertinho dele. Você vai descobrir como é bom passar bastante tempo perto daquele que ama e cuida da nossa vida!
Quando Deus parece estar em silêncio…
2. Eu APRENDO que preciso DEPENDER dele ainda mais
A experiência do profeta Habacuque nos ensina que, quando Deus parece estar em silêncio, aprendemos a depender dele ainda mais e a confiar na sua provisão dia após dia. Habacuque percebeu que Deus iria usar a cruel máquina de guerra da Babilônia para executar juízo sobre o próprio povo de Deus. Para ele, isso não faria sentido. Ele teve ousadia de verbalizar o sentimento de frustração para o Senhor.
O profeta queria saber porque suas orações não estavam sendo respondidas. Ele orava pelo país e buscava em Deus uma solução para a situação de calamidade na qual a nação se encontrava, mas Deus não lhe dizia nada. O profeta, então, rasga o seu coração para Deus:
“Ó Eterno, há quanto tempo estou clamando por ajuda, e não me ouves! Quantas vezes vou ter de gritar ‘SOCORRO’, até que venhas nos socorrer?” (Habacuque 1.2 AM)
Deus faz silêncio diante do sofrimento de Habacuque. Poucas coisas são mais angustiantes do que orações não respondidas. Às vezes a gente chega a pensar que é melhor deixar de orar do que orar correndo o risco de não ser respondido.
Deus parecia estar inerte diante da dor do profeta – “até quando, Senhor?”. Porém, Deus estava ensinando a Habacuque que Ele é o soberano. É Ele quem sabe o tempo de responder as orações. O trabalho do ser humano é apenas confiar e depender de Deus. O silêncio de Deus em meio ao nosso sofrimento nos revela o quanto somos fracos, frágeis e incapazes de dirigirmos a nossa própria vida! Esse silêncio nos ensina que precisamos de Deus, que dependemos dele e que sem Ele nada podemos fazer.
Foi assim que, depois de enfrentar o silêncio de Deus, Habacuque pôde finalmente ouvir a sua voz. Sua declaração final mostra que valeu a pena experimentar o silêncio de Deus para aprender a depender dele ainda mais:
“Mesmo não florescendo a figueira, não havendo uvas nas videiras; mesmo falhando a safra de azeitonas, não havendo produção de alimento nas lavouras, nem ovelhas no curral nem bois nos estábulos, ainda assim eu exultarei no Senhor e me alegrarei no Deus da minha salvação. O Senhor Soberano é a minha força; ele faz os meus pés como os do cervo; ele me habilita a andar em lugares altos…” (Habacuque 3.17-19 NVI)
Talvez você tenha chegado aqui como Habacuque, perguntando a Deus: “até quando, Senhor?”. Não se desespere, Deus está trabalhando em silêncio, e, no final de tudo, você vai aprender a depender ainda mais do Deus Todo-Poderoso!
Quando Deus parece estar em silêncio…
3. Eu CREIO que seus MILAGRES estão perto de ACONTECER
O episódio que aconteceu na vida de Marta, Maria e Lázaro nos ensina que, quando Deus parece estar em silêncio, é porque seus milagres estão perto de acontecer. Ele está prontinho para manifestar a sua glória!
Marta, Maria e Lázaro eram três irmãos presentes na vida e no ministério de Jesus. Jesus costumava visitar sua casa e lhes ensinava intimamente sobre as coisas espirituais. A Bíblia diz que Ele os amava. Veio então uma enfermidade sobre Lázaro e suas irmãs mandaram chamar Jesus. Mas o Mestre não os atendeu de imediato. Pelo contrário, ainda ficou dois dias onde estava. Lázaro acabou falecendo!
Estas duas irmãs começaram a experimentar o silêncio de Deus. Não havia notícias sobre o paradeiro de Jesus, ele estava demorando e Lázaro morreu. E agora, o que fazer? Como suportar a dor de perder um ente querido? Por que Jesus não chegou a tempo de curar a sua enfermidade? Quando Jesus chegou à cidade, Lázaro já estava sepultado havia quatro dias, e ele teve que ouvir as queixas das suas irmãs:
“Marta, então, lhe disse: se o senhor estivesse aqui, meu irmão não teria morrido. […] Maria foi até onde Jesus estava e caiu aos pés dele, dizendo: se o senhor estivesse aqui, meu irmão não teria morrido.” (João 11.21,32 AM)
Porém, o silêncio de Jesus ensinou algo profundo na vida de Marta e Maria: quando Deus parece estar em silêncio significa dizer que seus milagres estão bem próximos de acontecer. E foi isso que aconteceu. As palavras de Jesus foram decisivas para ensiná-las que Deus trabalha em silêncio para manifestar a sua glória através dos seus milagres e maravilhas. Jesus disse o seguinte:
“Jesus olhou bem nos olhos de Marta: eu não disse que, se acreditasse, você veria a glória de Deus. […] Então, ele bradou: Lázaro, venha para cá. Lázaro saiu, ainda enrolado nos panos, da cabeça aos pés, e com um lenço sobre o rosto. Jesus lhes ordenou: desamarrem-no, para que possa ir.” (João 11.40,43-44 AM)
Marta e Maria esperavam que Jesus pudesse curar a doença de Lázaro. Ele fez silêncio, demorou, Lázaro morreu. Porém, ao invés de curar a doença de Lázaro, Jesus fez um milagre ainda maior: o ressuscitou! Ele trouxe vida àquilo que já havia morrido. Quando Deus parece estar em silêncio creia que seus milagres estão perto de acontecer. Ele trará à existência tudo aquilo que já morreu em sua vida! Creia que Ele pode fazer um milagre extraordinário hoje!
Conclusão:
Muitas vezes não compreendemos o silêncio de Deus, não entendemos porque Deus se cala quando tudo à nossa volta está em ruínas. Uma coisa é certa: Deus nunca para de trabalhar e alguma coisa muito especial está sendo preparada por Ele para o tempo que virá depois da dor! Esperar no Senhor é tudo o que precisamos fazer. A Bíblia diz:
“Mas os que esperam no Eterno renovam suas forças. Abrem as asas e voam alto como águias, correm e não se cansam, andam e não ficam exaustos.” (Isaías 40.31 AM)
Quando Deus parece estar em silêncio…
1. Eu DESCUBRO que preciso ter mais INTIMIDADE com Ele
2. Eu APRENDO que preciso DEPENDER dele ainda mais
3. Eu CREIO que seus MILAGRES estão perto de ACONTECER
Há uma canção que fala sobre o silêncio de Deus. Em um dos dias mais difíceis do tempo da minha internação, numa manhã sem sol, sem brilho, com o coração cheio de angústia, um irmão querido me enviou esta canção. E como Deus falou ao meu coração! Como Deus ministrou à minha vida! Como Deus me fez entender que, mesmo em silêncio, ele me amava e tinha um propósito em tudo o que estava acontecendo! A letra desta canção diz o seguinte:
Se o Senhor tem ficado em silêncio,
Pode ser a linguagem do amor,
Em um mundo que é tão barulhento,
Seu silêncio pode ser o favor.
Eu aceito Senhor Teu silêncio,
E o sigilo dos Teus planos pra mim,
Entendi que ao invés de falácias,
Por ser sábio Tu preferes agir em silêncio.

 

Rolar para o topo