Quintas AVIVA – QUEBRANTA-ME (10/07/2014)

QUEBRANTA-ME
mensagem pregada pelo Pr. Cornélio Augusto (PIB Boqueirão – Rio Bonito)
“Sacrifício aceitável para Deus é o espírito quebrantado; ó Deus, tu não desprezarás o coração quebrantado e arrependido.”
(Salmo 51:17)
Deus só usa homem com coração quebrantado. Mas, o que é quebrantamento? A palavra quebrantamento é traduzida pela palavra bíblica contrição. Essa palavra sugere algo que foi esmagado em minúsculos pedaços, tal como uma rocha que se tornou pó.
Todo homem que se quebranta diante de Deus jamais poderá existir por si mesmo, ele se ergue pela instrumentalidade e poder de Deus. Nancy L. De Moss afirma que quebrantamento consiste em três coisas:

  1. Quebrantamento é o rompimento da nossa vontade pessoal e total rendição à vontade de Deus.
  2. Quebrantamento é abrir mão da autoconfiança e da independência de Deus.
  3. Quebrantamento é o amolecimento do solo do nosso coração para que a Palavra de Deus penetre e lance nele raízes.

Somos orgulhosos. Mesmo após a nossa conversão, sendo habitação de Deus, o nosso coração continua duro e orgulhoso.
Precisamos combater o orgulho do nosso coração. “Pois Deus resiste ou rejeita os soberbos, mas da graça aos humildes.” (Provérbios 3:34)
O nosso Deus conhece o soberbo de longe: “O Senhor é excelso, contudo, atenta para os humildes; os soberbos, ele os conhece de longe.” (Salmo 138:6)
Se Deus só usa homem com o coração quebrantado vamos analisar o que Ele fez na vida de alguns personagens bíblicos, para que Ele pudesse usá-los.
• O QUEBRANTAMENTO DE SANSÃO (Juízes 13)
Sua mãe não podia ter filhos e naquela ocasião uma mulher casada que não podia ter filhos era considerado uma aberração, sendo a pior coisa que poderia acontecer a uma mulher casada, de quem seu marido poderia divorciar-se por tal motivo. Diante desse quadro se apresenta um anjo:

  1. Anuncia o nascimento de Sansão (v. 3);
  2. Seus pais recebem a instrução de Deus para receber o menino prometido (v. 4,5);
  3. Manoá ora pedindo a Deus essa instrução (v. 8).

• Em sua cabeça não poderia passar navalha (cortar o cabelo);
• Ele era Nazireu (Consagrado, separado) ao Senhor desde o ventre da sua mãe.
• Ele (Sansão) começará a livrar a Israel do poder dos Filisteus.
• O homem já grande e com forças humanas pensou que não dependia da força divina ai começa a queda de Sansão.
AS PRIMEIRAS DESVENTURAS DE SANSÃO:
• Se envolveu com uma mulher Filistéia Timna (14:5,6);
• Aproximou-se de um cadáver (14:8);
• Possivelmente bebeu em sua festa de casamento (4:10-20);
• A segunda mulher de Sansão foi uma prostituta.
Nesse cenário Sansão vai matando os animais ferozes, os filisteus. Mas a queda dos votos de nazireado, por parte de Sansão, provoca a sua queda e os Filisteus não cessavam de planejar-lhe o fim.
A oportunidade deles ocorreu quando ele se enamorou com Dalila a terceira mulher de sua vida (16:4-22). Por várias vezes Sansão enganou Dalila com seu segredo, mas na quarta tentativa Sansão acabou contando a ela todo o seu segredo. Sansão precisava ser Quebrantado por Deus.
A morte de Sansão coincidiu com seu último feito heroico. Para os filisteus celebrarem a captura de Sansão e glorificarem seu deus Dagom, os filisteus reuniram no templo de Gaza. Sansão foi trazido da prisão já cego e sem os longos cabelos, para servir de motejo à multidão (um homem que era respeitado agora é escarnecido e humilhado). Às vezes algumas coisas que recebemos de Deus nos levam à vaidade e até alguns lugares altos, isso gera em nós a vaidade. Sansão precisava ser quebrantado.
Guiado por um rapazinho, a seu pedido foi deixado entre duas colunas que sustentavam o edifício. Apalpando as colunas Sansão orou a Deus, pedindo forças para vingar-se. E Deus respondeu, e Sansão derrubou as colunas que sustentavam todo o peso do templo. Embora isso tivesse resultado em sua própria morte, ele matou, com este ato, mais filisteus do que durante todo o resto de sua vida. Quando o nosso ego morre o quebrantamento pode salvar muitas vidas.
• O QUEBRANTAMENTO DE DAVI (1º Samuel 13:14)
Davi é conhecido como o homem segundo o coração de Deus. Davi significa “amado”, provavelmente o maior rei de Israel e de Judá. Foi guerreiro, político, músico, poeta e profeta. Sua responsabilidade dentro da economia da família era de ser um pastor, ocupação essa que lhe deu chance de aprender a coragem que ele veio usar em seus anos como guerreiro, os quais consolidaram o seu reinado (1Sm 17:34,35).
É possível que ele, ao cuidar dos rebanhos do seu pai, tenha desenvolvido suas habilidades poéticas; e a vida no campo lhe dera muitas metáforas, que ele incluiu em seus salmos, principalmente no imortal Salmo 23.
A queda de Davi foi justamente quando ele entendeu que não precisa sair para guerra. É neste exato momento que, em uma tarde, ele se levanta de sua cama e começa a passear no terraço de sua casa e vê uma mulher, chamada Bate-Seba, tomando banho. Diz a bíblia que essa mulher era muito formosa. A história já conhecemos:

  1. Davi tem relações sexuais com Bete-Seba enquanto seu esposo estava na batalha (11:4);
  2. Ele a engravida no primeiro encontro (11:5);
  3. Chegando Urias da batalha ele pede para ele retornar, escrevendo uma carta ao capitão da guarda que o colocasse a frente do campo de batalha, a carta selada com selo do Rei, e Urias esta entregando a sua própria morte (11:6,12-17);
  4. Davi se casa com Bete-Seba (11:26)
  5. A repressão de Natã a Davi e as consequências (12:1-7);
  6. O período de Jejum de Davi para que a criança não morresse;
  7. A morte da criança (12:16).

Davi se arrepende profundamente, de tudo que fez após a orientação de Natan, ele se quebranta, ele rasga a sua veste, faz jejum fica sem comer durante muito tempo, e creio que este salmo que Davi escreveu retrata bem o quebrantamento em sua vida:
“Pois eu conheço as minhas transgressões, e meu pecado está sempre diante de mim. Pequei contra ti, contra ti somente, pequei e fiz o que era mau perante os teus olhos.” (Salmo 51:3,4)
Davi tinha perdido a simplicidade do campo, o cheiro da ovelha, Deus queria um rei, contudo um Rei com o coração de pastor. Quando o coração do Rei Davi, se quebranta diante de Deus, Ele coloca no coração de um rei o coração de pastor.
• O QUEBRANTAMENTO DE PAULO (ATOS 21:39, 22:1-20)
Conhecido como Paulo de Tarso, nasceu em Tarso na Cilícia, província da Síria (Atos 21:39). Conhecido como Saulo, ele se tornara um intenso perseguidor de Cristãos, tendo chegado a matar várias pessoas, não poupando nem mulheres. Estava presente na morte de Estevão, prendia homens e mulheres no cárcere e não parava por aí.
Pediu pedir carta para ir para Damasco e exterminar todos cristãos, pois havia uma grande perseguição aos crentes em virtude da morte e ressurreição de Jesus e pela grande propagação do evangelho. Vamos ver o que Deus fez na vida de Paulo a fim de usá-lo (Atos 22:1-20):

  1. Deus coloca o homem em terra para que ele possa entender o que ele é (v. 7);
  2. Quando o homem cai pela potente mão de Deus ele reconhece que não é nada e sabe que é o Senhor o todo poderoso que fala com ele (v. 7,8);
  3. Quando somos quebrantados na presença de Deus ele coloca uma pessoa piedosa para cuidar da nossa vida (v. 12 );

Quando somos quebrantados na presença de Deus, Ele não contabiliza o nosso passado, mas usa a nossa vida em sua história.
O QUE O QUEBRANTAMENTO PRECISA GERAR EM MINHA VIDA?
1. O quebrantamento precisa gerar em mim um sentimento de INCAPACIDADE de estar na PRESENÇA de DEUS.
“Pela graça sós salvos por meio da fé, isto não vem de vós e dom de Deus, não vem das obras para que ninguém se glorie.” (Efésios 2:8,9)
Enquanto eu viver uma vida orgulhosa e independente, Deus não vai me usar. A viúva pobre = Tinha vasilhas vazias.
“Tem misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias. Purifica-me do meu pecado. Porque eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim.” (Salmo 51:1,3,4)
Deus não usa corações cheios de si mesmo, Deus usa corações vazios para que ele possa encher.
2 – O quebrantamento precisa gerar em mim uma VISÃO REAL dos meus ERROS.
“Eis que em iniqüidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe.” (Salmo 51:5)
3 – O quebrantamento precisa gerar em mim VERGONHA diante de um DEUS tão PURO e SANTO que me concede a oportunidade de servi-lo.
“Esconde a tua face dos meus pecados…” (Salmo 51:9a)
4 – O quebrantamento precisa gerar em mim CONSCIÊNCIA diante daquilo que eu FIZ e DESAGRADOU a DEUS.
“Por que eu conheço as minhas transgressões… E meu pecado está sempre diante de mim… Eis que em iniqüidade fui formado, e em pecado me concebeu a minha mãe.” (Salmo 51:3,5)
5 – O quebrantamento precisa gerar em mim um desejo de TER e ALCANÇAR a GRAÇA de DEUS em minha vida.
“Lava-me completamente da minha iniquidade e purifica-me do meu pecado… Purifica-me com hissope… Cria em mim, ó Deus um coração puro, e renova em mim um espírito.” (Sl 51:2,7,10)
6 – o quebrantamento me levara a entender que deus usa HOMEM QUEBRADO que foi RESTAURADO por ele.
“Então ensinarei aos transgressores os teus caminhos, e os pecadores a ti se converterão… Abre Senhor os meus lábios e a minha boca entoará o Teu louvor… Um coração quebrantado e contrito Deus não despreza.” (Salmo 51:13,15,17)
Conclusão:
Todo homem que se quebranta diante de Deus jamais poderá existir por si mesmo. Ele se ergue pela instrumentalidade e poder de Deus. Deus só usa homem com coração quebrantado. Se você tem sido esmagado em minúsculos pedaços tal como uma rocha que se tornou pó, não se preocupe, esse é o processo do quebrantamento. E hoje Deus lhe chamou para ajuntar os pedaços de pedra da sua vida e fazer de você uma rocha em suas mãos. Deus quer usar corações quebrantados nesta noite. Vamos nos quebrantar diante desse Deus para que Ele nos use.
 

Rolar para o topo