Superando a Insegurança (02/07/2015 – quinta)

SUPERANDO A INSEGURANÇA
mensagem pregada pelo Pr. Vicente Bomfim
“Ao fim de quarenta dias eles voltaram da missão de reconhecimento daquela terra. Eles então retornaram a Moisés e a Arão e a toda a comunidade de Israel em Cades, no deserto de Parã, onde prestaram relatório a eles e a toda a comunidade de Israel, e lhes mostraram os frutos da terra. E deram o seguinte relatório a Moisés: Entramos na terra à qual você nos enviou, onde há leite e mel com fartura! Aqui estão alguns frutos dela. Mas o povo que lá vive é poderoso, e as cidades são fortificadas e muito grandes. Também vimos descendentes de Enaque. Os amalequitas vivem no Neguebe; os hititas, os jebuseus e os amorreus vivem na região montanhosa; os cananeus vivem perto do mar e junto ao Jordão. Então Calebe fez o povo calar-se perante Moisés e disse: Subamos e tomemos posse da terra. É certo que venceremos! Mas os homens que tinham ido com ele disseram: Não podemos atacar aquele povo; é mais forte do que nós. E espalharam entre os israelitas um relatório negativo acerca daquela terra. Disseram: A terra para a qual fomos em missão de reconhecimento devora os que nela vivem. Todos os que vimos são de grande estatura. Vimos também os gigantes, os descendentes de Enaque, diante de quem parecíamos gafanhotos, a nós e a eles.” (Números 13.25-33)
A nossa reflexão de hoje será baseado em uma palavra chamada: Insegurança. Para meditarmos sobre insegurança precisamos saber o que esta palavra significa e o que ela ocasiona nas pessoas.
Insegurança, segundo o dicionário, é quando o individuo é acometido de um sentimento de desamparo, medo, ou e se sente desprovido de algo ou se sente em perigo. Outra definição diz que a insegurança é quando uma pessoa se sente incapaz de superar um obstáculo ou uma tarefa. É quando o elemento começa a olhar para si mesmo e não acreditar em seu próprio potencial.
Na vida que vivemos muitos de nós frente aos obstáculos e desafios, nos sentimos tão pequenos que achamos que não conseguiremos vencer. Muitos se diminuem tanto que se sentem como os espias que foram observar a terra de canal: “Feitos gafanhotos frente a gigantes” (Números 13.31-33).
Segundo o psicólogo Luiz Flavio Mendes, “a insegurança pode gerar grandes malefícios, pois algumas vezes não fazemos as coisas por medo que deem errado e depois nos arrependemos por não termos sequer tentado”.
Diz o psicólogo, Luiz Flavio que além do sofrimento emocional e psíquico, sentir insegurança também pode fazer mal à saúde. Ele afirma que quando deixamos de fazer algo que queremos devido à insegurança, o conflito pode ser intenso a ponto de afetar o bem-estar e o sistema imunológico facilitando o aparecimento de algum problema de saúde.
É muito comum pessoas inseguras terem dificuldades em sua saúde, e também em seus relacionamentos interpessoais.
Uma pessoa insegura tem a tendência de ver as coisas sempre na ótica negativa ou e é comum usar frases do tipo: “isso não vai dar certo”. São pessoas que tem a tendência de ver a desgraça em tudo. Geralmente as pessoas inseguras têm palavras de derrota sobre si e sobre os outros.
Entender se somos inseguros ou não é fundamental para nossas vidas, pois a insegurança é danosa e prejudicial. Muitas pessoas em nossos dias vivem atormentadas pela insegurança, vivem uma vida de baixa auto-estima, de desconforto emocional e psicológico. O que fazer contra esse inimigo invisível que não manda recado, mas, quando chega em nossas vidas destrói a nossa paz? A insegurança pode ser superada basta você querer! Sendo assim; como superar a insegurança?
Para superar a insegurança…
1. Concentre-se no seu POTENCIAL, e não nas suas LIMITAÇÕES.
Observe a resposta de calebe ao ouvir a fala negativa e insegura dos outros espias:
“Então Calebe fez o povo calar-se perante Moisés e disse: subamos e tomemos posse da terra. É certo que venceremos!” (v. 30)
Este é um ponto sobre como ser você mesmo de forma eficaz! Neste ponto trataremos como desenvolver a confiança e superar a insegurança, como disse: concentre-se no seu potencial; ou seja, em outras palavras: concentre-se em seus pontos fortes. Às vezes perdemos muito tempo dando ênfase às nossas limitações ou fraquezas. Mas, Deus nos chamou e nos capacitou para vivermos uma vida feliz e vitoriosa e não uma vida de tristeza. Por isso ele disse:
“Aquele que habita no esconderijo do altíssimo a sombra do onipotente descansará.” (Salmo 91.1)
Calabe ao perceber insegurança daqueles homens tratou de colocar sua coragem e confiança em ação. E você pode também tomar a mesma decisão que Calebe quando a insegurança chegar a sua vida: concentre-se em seu potencial e não em suas limitações. Coloque-se diante das adversidades de forma firme e diga para os obstáculos: é certo que vencerei!
Para superar a insegurança…
2. Evite as COMPARAÇÕES
O próximo passo para superar a insegurança é simples: nunca se compare a outras pessoas. A primeira atitude daqueles espias foi comparar-se ao povo que habitava naquela terra: Eles disseram:
“Mas o povo que lá vive é poderoso, e as cidades são fortificadas e muito grandes. Também vimos descendentes de Enaque.” (v. 28)
Mais um princípio para superar a insegurança: nunca olhe para algo ou alguém e se compare a ele, pois, ao fazer certa comparação, sua insegurança pode baixar sua auto-estima, e uma vez sua auto-estima baixa, você só enxergará de forma negativa o seu potencial. Enquanto os espias focaram no povo, Calebe estava focado na vitória e na promessa de que Deus estava com ele. Ele tinha garantias de que não precisava se preocupar com o povo que habitava ali.
Sabe o que quero aplicar aqui com vocês? As comparações sempre nos diminuem. Você não deve se preocupar se o outro estudou em colégios melhores que os seus, se o outro é mais alto que você, se o outro fala melhor que você, se o casamento do outro é melhor do que o seu. O que você deve focar é na missão que Deus deu a você para cumprir, ou no caminho que Deus lhe deu para trilhar, ou na cidade que Deus lhe entregou por herdar. Confie no seu potencial, e saiba que Deus não lhe criou para ser inseguro, e sim para confiar nele e em você mesmo! Por isso, evite as comparações.
Para superar a insegurança…
3. Descubra a verdadeira FONTE da CONFIANÇA.
Neste tópico precisamos descobrir a verdadeira fonte da nossa confiança:
“Então Calebe fez o povo calar-se perante Moisés e disse: subamos e tomemos posse da terra. É certo que venceremos!” (v. 30)
Calebe não estava confiando nas pessoas ou até mesmo nele quando disse isso. Ele estava com toda sua confiança no Senhor. Em quem você tem posto sua confiança? Essa questão precisa ser definida antes de podermos ter a confiança de Deus. Para obtermos a confiança de Deus em nossas vidas precisamos tirar a mesma das outras coisas.
E quais são as outras coisas em que temos posto a nossa confiança? Às vezes estamos colocando a nossa confiança na carne, na aparência, na instrução, nas finanças, na posição social, ou nos relacionamentos. É por isso que nos tornamos pessoas inseguras!
Calebe não tinha a confiança em outras coisas. A confiança dele estava no Senhor e a sua confiança também precisa esta no Senhor. A Bíblia diz:
“Pois o senhor Deus será a tua segurança…” (Provérbios 3.26)
Conclusão:
Às vezes confiamos em tudo por isso somos inseguros, troque tudo pelo Senhor e ele vai mudar seu coração e seus sentimentos.
Para superar a insegurança…
1. Concentre-se no seu POTENCIAL, e não nas suas LIMITAÇÕES
2. Evite as COMPARAÇÕES
3. Descubra a verdadeira FONTE da CONFIANÇA

 
 

Rolar para o topo