Um Olhar Diferente para as Tempestades

UM OLHAR DIFERENTE PARA AS TEMPESTADES
mensagem pregada pelo Pr. Marcelo Coelho Fernandes
“Naquele dia, ao anoitecer, disse ele aos seus discípulos: Vamos para o outro lado. […] Deixando a multidão, eles o levaram no barco, assim como estava. Outros barcos também o acompanhavam… Levantou-se um forte vendaval, e as ondas se lançavam sobre o barco, de forma que este foi se enchendo de água. […] Jesus estava na popa, dormindo com a cabeça sobre um travesseiro. Os discípulos o acordaram e clamaram: Mestre, não te importas que morramos? […] Ele se levantou, repreendeu o vento e disse ao mar: Aquiete-se! Acalme-se! O vento se aquietou, e fez-se completa bonança. […] Então perguntou aos seus discípulos: Por que vocês estão com tanto medo? Ainda não têm fé? […] Eles estavam apavorados e perguntavam uns aos outros: Quem é este que até o vento e o mar lhe obedecem?” (Marcos 4.35-41)
Jesus passou o dia ensinando à beira-mar sobre o Reino de Deus. Ao final da tarde, ele deu ordem para os discípulos para entrarem no barco e passarem para a outra margem, para a região de Gadara. Enquanto atravessaram o mar, Jesus, cansado do dia, dormiu e uma tempestade terrível os surpreendeu, enchendo de água o barco. Os discípulos apavorados clamaram a Jesus. Ele repreendeu o vento, o mar e os discípulos. E aqueles homens apavorados com a fúria dos ventos ficaram maravilhosos diante do que Jesus realizou.
Na vida, quantos de nós também não somos surpreendidos pelas tempestades? As tempestades da vida são inesperadas. É um acidente, uma enfermidade, uma crise, um desemprego. Elas não mandam telegramas, elas chegam à nossa vida sem mandar recado e sem pedir licença. Elas chegam de forma tão intensa e perigosa que deixam as estruturas da nossa vida abaladas. As tempestades põem no chão aquilo que levamos anos para construir:

  • É um casamento edificado no amor, que se desfaz pela tempestade da infidelidade conjugal;
  • É um sonho nutrido na alma com tanta dedicação que se transforma num pesadelo;
  • É uma doença incurável que de repente abala a família;
  • É um acidente trágico que ceifa a vida de um ente querido;
  • É um divórcio traumático que deixa o cônjuge ferido e os filhos amargurados;
  • É uma profunda decepção com alguém em quem você confiava;
  • É uma amizade construída pelo cimento dos anos que naufraga pela tempestade da traição.

As tempestades da vida são perigosas e destruidoras! Não tem como administrá-las com nossas próprias forças. Os discípulos se esforçaram para administrá-las, mas eles nada puderam fazer. Seus esforços não puderam resolver o problema. O que eles estavam vivendo era maior do que a capacidade deles de resolver. Há problemas que nos deixam com uma profunda sensação de impotência. Não temos força para resistir a fúria dos ventos e a força das ondas. No entanto, quando o problema é maior do que a nossa força, quando não temos capacidade e estratégias para superá-los, precisamos olhar com fé para Deus e depender dele.
Como você tem olhado para as tempestades da sua vida? Com um olhar de pavor? Com um olhar cético? Com um olhar de incertezas? Com um olhar de desesperança? Com um olhar de desânimo? Com um olhar de fracasso? Se a realidade da sua vida tem essas características alistadas, você precisa de fé para mudar a realidade da visão que você tem das suas tempestades.
Hoje, eu quero ajudá-lo a olhar para suas tempestades com um olhar diferente. Um olhar que exercite sua fé. Uma fé capaz de mudar sua visão e entendimento com relação às coisas que você tem vivido! Entenda uma coisa: continuar vivendo da mesma maneira que sempre viveu diante de uma tempestade, o levará a ser no máximo o que sempre foi. Se você deseja viver o que nunca viveu decida olhar para suas tempestades com um olhar diferente. Tente enxergar as oportunidades positivas que ela pode possibilitar a você.
As tempestades da vida…
1. São uma OPORTUNIDADE para experimentar um MILAGRE.
Enquanto Jesus dormia, os discípulos se esforçaram para contornar o problema, mas eles nada puderam fazer. Seus esforços não puderam resolver o problema. Foi então que, no limite do homem, Deus revela o poder de Jesus:
“Ele se levantou, repreendeu o vento e disse ao mar: Aquieta-se! Acalme-se! O vento se aquietou, e fez-se completa bonança.” (v.39)
Aqui aconteceu um grande milagre. Se não houvesse a tempestade, não aconteceria esse milagre na vida dos discípulos. Às vezes Deus vai permitir uma tempestade em nossa vida para que possamos experimentar um milagre. Se você está enfrentando alguma tempestade na vida, creia que você é um sério candidato a experimentar um milagre. Por isso, olhe para tudo o que você tem enfrentado na vida com a possibilidade de que possa acontecer um milagre. Jesus tem poder para repreender os problemas que nos atacam, a enfermidade que nos assola, a crise que nos cerca, as aflições que nos oprimem. Jesus tem poder para acalmar a tempestade que assola sua vida.
As tempestades da vida…
2. São uma OPORTUNIDADE para REVELAR a QUALIDADE da sua FÉ.
A qualidade da fé dos discípulos foi revelada por essa tempestade.
“Então perguntou aos seus discípulos: Por que vocês estão com tanto medo? Ainda não têm fé?” (v.40)
Revelamos a qualidade e o tamanho da nossa fé quando somos provados pelo Senhor. Os discípulos apesar de tudo o que ouviram, e viram e experimentaram “ainda” tinham uma “pequena fé”. As tempestades têm uma função pedagógica. Elas são a escola de Deus para nos ensinar as maiores lições da vida. Aprendemos mais na tempestade do que no tempo de bonança. As tempestades fazem parte do currículo de Jesus para nos fortalecer na fé. Elas exigem que exercitemos a fé que possuímos. Alguém disse:

  • Onde não há testes, não há aprendizagem.
  • Onde não há aprendizagem, não há crescimento.
  • Onde não há crescimento, não há fé.

Um velho ditado árabe diz:

“Somente sol e nenhuma tempestade produz um deserto.”

Se a gente nunca tivesse um dia de tempestade, nossa vida seria seca. Nunca teríamos a oportunidade de amadurecer na fé através das lutas do dia a dia.
As tempestades da vida…
3. São uma OPORTUNIDADE para aprender ALGO NOVO de Deus.
Deus tinha algo novo para ensinar aos discípulos sobre a pessoa de Jesus. Por isso, usou essa tempestade para que eles pudessem aprender. A Bíblia diz assim:
“Eles estavam apavorados e perguntavam uns aos outros: Quem é este que até o vento e o mar lhe obedecem?” (v.41)
Eles já sabiam que Jesus tinha poder e autoridade para perdoar pecados, curar enfermos e expulsar demônios. Naquela tempestade, os discípulos aprenderam que Jesus tinha autoridade sobre a natureza. Aprenderam algo novo. As tempestades sempre trazem algo novo a respeito de Deus. É na tribulação que conhecemos melhor quem é Deus. Jó viveu essa experiência ao dizer:
“Eu te conhecia só de ouvir falar, mas agora os meus olhos te veem.” (Jó 42.5)
No sofrimento, aprendemos coisas a respeito de Deus que não podemos aprender de nenhuma outra forma. Por isso, Ele não impede que enfrentemos as tempestades. Porém, ao enfrentá-las, descobrimos que Ele embarcou no nosso barco para acalmar o temporal da nossa vida.

“As tempestades que você enfrenta irão proporcionar a você uma experiência real com Deus!”

Conclusão:
As tempestades não duram a vida inteira. Ninguém suportaria uma vida inteira marcada pela turbulência. Há intervalos de bonança. Há tempos de refrigério. Quando Jesus chega em nossa vida, ele coloca um ponto final no temporal. A Bíblia diz:
“O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã.” (Salmo 30.5)
Jesus chega e acalma o mar, repreende a fúria do vento, faz sossegar as ondas. Ele faz o nosso barco parar de balançar. Você não está sozinho! O Senhor está contigo nessa tempestade. Por isso, olhe de forma diferente para ela. Tente enxergá-la como uma oportunidade para você experimentar um milagre, ampliar sua Fé e aprender Algo Novo de Deus. Na tempestade enfrentada pelos discípulos o Senhor cuidou deles. Jesus acalmou o coração aflito e desesperado dos seus filhos. Na hora da aflição Jesus esteve presente para acalmar o coração deles.
Como você chegou aqui? Seu coração está temeroso? Você está aflito com alguma questão? Você está ansioso? O que tem preocupado você? Em que área da sua vida os ventos tem soprado com mais força? Não se desespere! Sigo o conselho da palavra que diz:
“Lançando sobre ele toda vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.” (1ª Pedro 5.7)
Há uma canção que diz:
Cuida de mim, sei que não estou só,
Cuida de mim nos momentos de dor, Estou bem protegido
O Teu amor blinda o meu coração,
O Teu amor é abrigo pra mim, Seguro eu estou em Ti
O Teu olhar está sobre mim, dependo de Ti, meu Deus
Pode uma mãe seu filho esquecer, mas Tu não me esquecerás
Eu estou seguro nos braços do meu Deus
Lanço sobre Ele os meus anseios
Pois Ele cuida de mim.

 

Rolar para o topo