UMA VIDA ABENÇOADA – Eu Sou um Bom Mordomo?

UMA VIDA ABENÇOADA | 05/07
EU SOU UM BOM MORDOMO?
mensagem pregada pelo Pr. Marcelo Coelho Fernandes
“Que os homens nos considerem como ministros de Cristo, e despenseiros dos mistérios de Deus. Além disso requer-se dos despenseiros que cada um se ache fiel.” (1ª Coríntios 4.1,2)

“A boa mordomia é uma relação de confiança que se fundamenta na graça e não na lei de Deus.”

Por que a aplicação prática da mordomia na vida igreja é de extrema importância? Há, pelo menos, três verdades que a Palavra de Deus nos ensina sobre isso:
 A mordomia nos IMPULSIONA a colocar Deus em PRIMEIRO lugar na nossa maneira de viver
“Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas.” (Mateus 6.33)
 A mordomia ensina que NÃO PODEMOS dar nada para Deus, pois TUDO é dele
“Mas quem sou eu, e quem é o meu povo para que pudéssemos contribuir tão generosamente como fizemos? Tudo vem de ti, e nós apenas te demos o que vem das tuas mãos.” (1º Crônicas 29.14)
 O que temos é Deus quem nos dá TEMPORARIAMENTE
“Não digam, pois, em seu coração: A minha capacidade e a força das minhas mãos ajuntaram para mim toda esta riqueza. Mas, lembrem-se do Senhor, do seu Deus, pois é ele que lhes dá a capacidade de produzir riqueza, confirmando a aliança que jurou aos seus antepassados, conforme hoje se vê.” (Deuteronômio 8.17,18)
Se quisermos que Deus faça coisas extraordinárias na vida financeira, precisamos fazer o que cabe a cada um de nós. O escritor da carta aos Hebreus deixou um bom conselho para todos nós:
“Seja a vossa vida sem avareza, contentai-vos com as coisas que tendes; porque [Deus] tem dito: de maneira nenhuma te deixarei, nunca jamais te abandonarei.” (Hebreus 13.5)
Então, de acordo com o que a Bíblia ensina, como podemos nos tornar bons mordomos dos recursos que Deus faz chegar às nossas mãos?
Para se tornar um bom mordomo…
1. Não abra mão de fazer um PLANEJAMENTO
“Pois qual de vós que, pretendendo construir uma torre, não se assenta primeiro para calcular a despesa e verificar se tem os meios para a concluir?” (Lucas 14.28)
Para se tornar um bom mordomo…
2. ADMINISTRE bem todos os seus recursos
“E, chamando dez servos seus, deu-lhes dez minas, e disse-lhes: Negociai até que eu venha.” (Lucas 19.13)
Para se tornar um bom mordomo…
3. LIVRE-SE de dívidas desnecessárias
“O rico domina sobre os pobres e o que toma emprestado é servo do que empresta.” (Provérbios 22.7)
Faça uma avaliação e você se assustará com a quantidade enorme de coisas desnecessárias que você comprou e acabou ficando endividado. Sobre dívidas, o apóstolo Paulo aconselhou:
“A ninguém devais coisa alguma, a não ser o amor…” (Romanos 13.8)
Conclusão:
Diante de tudo o que vimos até aqui, faça a você mesmo a seguinte pergunta: será que eu sou um bom mordomo das coisas do Pai? Se sua resposta for positiva, parabéns! Se sua resposta for negativa, sua vida está em desequilíbrio. Não há como experimentar “céus abertos” sobre a nossa vida financeira está em completo desequilíbrio. Deus está interessado nesse assunto e deseja que você também esteja. Lembre-se:
“Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.” (Mateus 6.21)
O planejamento financeiro, a boa administração de todos os seus recursos e a libertação das dívidas desnecessárias, além de fazerem de você um bom mordomo das coisas de Deus, trarão equilíbrio financeiro para você e sua família, e permitirão que você experimente tudo aquilo que Deus já derramou sobre sua vida, ou seja, uma vida plenamente abençoada!

 

Rolar para o topo