Uma Vida que nos Inspira (07/05/2015 – quinta)

Série: O PODER DO ALTO
UMA VIDA QUE NOS INSPIRA
mensagem pregada pelo Pr. Acyr Júnior
Texto Base: Atos 10
O capítulo 10 de Atos trata de uma das mais importantes conversões da história. No capítulo 9, vimos a conversão de um perseguidor implacável. No capítulo 10 vemos a conversão de um homem piedoso. Essas foram as duas maiores conversões retratadas no livro de Atos. Entre elas vemos dois milagres, a cura do paralítico Eneias e a ressurreição de Dorcas. Ambos os milagres se operaram pelo poder de Jesus, foram sinais da salvação de Jesus e resultaram na glória de Jesus.
No capítulo 9 vimos o grande milagre de um paralítico andar, e um milagre ainda maior, o de uma morta ressuscitar, porém, no capítulo 10 vemos o maior de todos os milagres: a conversão de um homem a Jesus. Pedro que havia respondido ousadamente aos desafios da doença e da morte duvida do desafio da discriminação racial e religiosa. Entretanto, à vista das evidências inconfundíveis, Pedro entra em cena na casa de um gentio e compartilha o evangelho com todos.
O capítulo 10 é crucial para o livro de Atos, pois relata a salvação dos gentios. Vemos Pedro usando as chaves do reino pela terceira e última vez. Ele havia aberto a porta para a fé dos judeus (Atos 2) e também dos samaritanos (Atos 8), e, agora, Deus o estava usando para conduzir os gentios à comunhão cristã.
O homem alcançado pelo evangelho se chama Cornélio. E a sua vida é uma inspiração para todos nós. Vale a pena destacar alguns fatos importantes acerca da vida que nos inspira, a vida de Cornélio.
1º Fato – Quanto à sua PROFISSÃO, um soldado RESPEITADO
“Havia em Cesareia um homem chamado Cornélio, centurião do regimento conhecido como italiano.” (Atos 10.1)
Cornélio era centurião romano, destacado em Cesareia, cidade edificada por Herodes o Grande, às margens do Mar Mediterrâneo. Na organização militar a legião ocupava o primeiro lugar. Tratava-se de uma força composta de seis mil soldados. Em cada legião havia 10 coortes. Portanto, cada coorte tinha 600 homens e podia comparar-se a um batalhão. A coorte estava dividida em centúrias, composta por 100 soldados cada, sobre as quais mandava um centurião. Os centuriões eram a espinha dorsal do exército romano. Deus recruta pessoas para o seu reino de todos os lugares. Cornélio era um soldado romano, mas foi alistado na família de Deus para ser um soldado de Cristo.
2º Fato – Quanto à sua relação com o PRÓXIMO, um homem GENEROSO
“Ele e toda a sua família […] davam muitas esmolas ao povo…” (Atos 10.2)
A piedade não pode ser separada da caridade. Cornélio não se endureceu no exercício do seu trabalho; antes, era um homem de coração generoso. Cornélio dava muitas esmolas ao povo, praticava obras que abençoavam as pessoas e até chegavam diante de Deus no céu (v. 4). Cornélio tinha o coração, as mãos e o bolso abertos para ajudar os necessitados. Seu amor não era apenas de palavra, mas de fato e de verdade. Ele não dava esmolas esporádicas par aliviar sua consciência, mas efetivamente socorria os necessitados no meio do povo. Mesmo sendo um gentio e vivendo em terras palestinas, era generoso em dar, em vez de explorar o povo.
3º Fato – Quanto à sua relação com DEUS, um homem PIEDOSO e TEMENTE
“Ele e toda a sua família eram piedosos e tementes a Deus.” (Atos 10.2)
Deus sempre busca aqueles que o buscam. Cornélio era um homem piedoso e temente a Deus. Abandonara a religião ancestral dos romanos com seus muitos deuses e ídolos. Cornélio cansara do politeísmo e da idolatria do seu povo. Deixara os muitos deuses romanos e se voltara para o Deus vivo. Cornélio era um prosélito. Abraçara a fé judaica e passara a acreditar em Deus. Rompera com sua religião, com seus deuses, com seus cultos. Sua teologia havia mudado, e sua vida exterior também.
4º Fato – Quanto à sua vida DEVOCIONAL, um homem de ORAÇÃO
“Ele […] orava continuamente a Deus. […] Certo dia, por volta das três horas da tarde, ele teve uma visão. Viu claramente um anjo de Deus que se aproximava dele e dizia: Cornélio! Atemorizado, Cornélio olhou para ele e perguntou: que é, Senhor? O anjo respondeu: suas orações e esmolas subiram como oferta memorial diante de Deus.” (Atos 10.2-4)
Cornélio era um homem que tinha uma vida intensa de oração. Continuamente orava a Deus. Suas orações subiram ao Senhor. Cornélio era um homem conhecido na terra e conhecido no céu. Cornélio não só tinha abandonado seus deuses, mas tinha necessidade de ter comunhão com o Deus vivo. Sua vida de oração era abundante. Ele falava continuamente com Deus e tinha fome de Deus. Foi na hora nona de oração que o Senhor lhe enviou um anjo.
5º Fato – Quanto à sua FAMÍLIA, um líder EXEMPLAR
“Ele e toda a sua família eram piedosos e tementes a Deus; dava muitas esmolas ao povo e orava continuamente a Deus.” (Atos 10.2)
Cornélio não era um líder eficaz apenas fora de casa, mas também e, sobretudo, dentro de casa. Possuía autoridade com seus soldados e também com seus familiares. Cornélio era um homem íntegro e de vida exemplar dentro do seu lar. Liderou sua casa para buscar a Deus e ser uma família piedosa e temente a Deus. Ele era o sacerdote do seu lar. Muitos homens têm medalhas fora dos portões, mas fracassam dentro de casa. Cornélio era um líder dentro e fora de casa. Sua vida era bela por fora e por dentro. Ele não vivia de aparências. Era um homem coerente e íntegro.
6º Fato – Quanto ao seu TESTEMUNHO, um homem de INFLUÊNCIA
“Depois que o anjo que lhe falou se foi, Cornélio chamou dois dos seus servos e um soldado piedoso dentre os seus auxiliares e, contando-lhes tudo o que tinha acontecido, enviou-os a Jope. […] Os soldados responderam: viemos da parte do centurião Cornélio. Ele é um homem justo e temente a Deus, respeitado por todo o povo judeu…” (Atos 10.7-8,22)
Cornélio liderou espiritualmente sua família e também influenciou espiritualmente alguns dos soldados que estavam sob a sua autoridade. Cornélio tinha bom testemunho de toda a nação judaica. Exercia sua influência dentro de casa, no trabalho e na sociedade. Cornélio deixava sua marca por onde passava.
7º Fato – Quanto à sua disposição de AGRADAR a Deus, um homem PRONTO
“Atemorizado, Cornélio olhou para ele e perguntou: que é, Senhor? O anjo respondeu: suas orações e esmolas subiram como oferta memorial diante de Deus. Agora mande alguns homens a Jope para trazerem um certo Simão, também conhecido como Pedro. […] E contando-lhes tudo o que tinha acontecido, enviou-os a Jope. […] Assim, mandei buscar-te imediatamente, e foi bom que tenhas vindo. Agora estamos todos aqui na presença de Deus, para ouvir tudo que o Senhor te mandou dizer-nos.” (Atos 10.4-5,8,33)
Alguns fatos sobre Cornélio são dignos de nota. Ele possuía um conhecimento limitado, a ponto de se prostrar diante de Pedro e adorá-lo. Confundiu a criatura com o Criador e o evangelista com o evangelho. Pedro, porém, o corrigiu ordenando-lhe adorar somente a Deus. Porém, mesmo diante das limitações de Cornélio, alguns detalhes são muito importantes para ele:
Cornélio era acostumado a dar ordens a seus subordinados e a receber ordens de seus superiores, mas quando recebeu uma visão do anjo, respondeu: que é, Senhor? Quando Deus lhe enviou uma visão, ele prontamente obedeceu. Cornélio era sedento para ouvir a Palavra de Deus. Tinha pressa e disposição de ouvir sua Palavra. Preparou-se para receber a Palavra, pois almejava saber o que Deus reservara para sua vida. Cornélio ansiava levar outras pessoas a conhecer a Deus como ele. Ele reuniu seus parentes e amigos íntimos (célula). Queria compartilhar com sua família e seus amigos a mensagem a ser recebida.
Conclusão:
A vida de Cornélio nos inspira. Mas será que a nossa vida também tem sido uma inspiração para outras pessoas? Será que as pessoas olham para nós e dizem: essa pessoa me inspira? Se você quiser inspirar outras pessoas com a sua vida, vai precisar tomar posse das seguintes verdades:

  • Ser uma pessoa RESPEITADA;
  • Ser uma pessoa GENEROSA;
  • Ser uma pessoa PIEDOSA e TEMENTE a Deus;
  • Ser uma pessoa de ORAÇÃO;
  • Ser uma pessoa EXEMPLAR;
  • Ser uma pessoa de INFLUÊNCIA;
  • Ser uma pessoa PRONTA para AGRADAR a Deus.

 

Rolar para o topo