Vença a Depressão (29/10/2015 – quinta)

SÉRIE: MAIS QUE VENCEDOR | 6/6
VENÇA A DEPRESSÃO
mensagem pregada pelo Pr. Acyr Júnior
“Ora, Acabe contou a Jezabel tudo o que Elias tinha feito e como havia matado todos aqueles profetas à espada. Por isso Jezabel mandou um mensageiro a Elias para dizer-lhe: que os deuses me castiguem com todo o rigor, se amanhã nesta hora eu não fizer com a sua vida o que você fez com a vida deles. Elias teve medo e fugiu para salvar a vida. Em Berseba de Judá ele deixou o seu servo e entrou no deserto, caminhando um dia. Chegou a um pé de giesta, sentou-se debaixo dele e orou pedindo a morte: já tive o bastante, Senhor. Tira a minha vida; não sou melhor do que os meus antepassados. Depois se deitou debaixo da árvore e dormiu. De repente um anjo tocou nele e disse levante-se e coma. Elias olhou ao redor e ali, junto à sua cabeça, havia um pão assado sobre brasas quentes e um jarro de água. Ele comeu, bebeu e deitou-se de novo. O anjo do Senhor voltou, tocou nele e disse levante-se e coma, pois sua viagem será muito longa. Então ele se levantou, comeu e bebeu. Fortalecido com aquela comida, viajou quarenta dias e quarenta noites, até chegar a Horebe, o monte de Deus. Ali entrou numa caverna e passou a noite. E a palavra do Senhor veio a ele: o que você está fazendo aqui, Elias? Ele respondeu: tenho sido muito zeloso pelo Senhor, o Deus dos Exércitos. Os israelitas rejeitaram a tua aliança, quebraram os teus altares, e mataram os teus profetas à espada. Sou o único que sobrou, e agora também estão procurando matar-me. O Senhor lhe disse: saia e fique no monte, na presença do Senhor, pois o Senhor vai passar.” (1º Reis 19-1.11)
É natural sentir tristeza em alguns momentos da vida, ainda que não saibamos exatamente por que estamos tristes. Em geral essa melancolia é passageira, o problema é quando ela se torna permanente e começa a nos roubar a alegria de viver.
A depressão é uma doença. Ela atinge todas as faixas etárias, todas as classes sociais e todos os segmentos religiosos.
A depressão é o cárcere da alma, a masmorra das emoções, o cativeiro que priva milhões de pessoas de nutrirem na alma, a esperança do amanhã. A depressão é uma doença grave que desencadeia outros problemas devastadores na vida humana. Muitos crentes fiéis passaram e ainda passam pelo vale dessa doença dolorosa.
Há várias causas que provocam a depressão, mas também há vários sintomas que a revelam. Dentre os muitos sintomas que revelam a depressão, gostaria de destacar os seguintes:
1º Sintoma – DESESPERANÇA crônica
A pessoa dominada por este sintoma passa a enxergar a vida pelas lentes do pessimismo. Ela não consegue ver uma luz o fim do túnel e nem uma janela aberta de escape.
2º Sintoma – SAUDOSISMO mórbido
A pessoa dominada por este sintoma passa a olhar a vida pelas lentes do retrovisor. Ela sente uma saudade mórbida dos tempos que se foram e se desespera diante das incertezas do seu futuro. Sente-se num calabouço existencial e sem ânimo e forças para sair desse cárcere da alma. Nessa saga cheia de pavores, a pessoa flerta com a própria morte.
3º Sintoma – DESÂNIMO quanto ao futuro
A pessoa dominada por este sintoma sente um completo desânimo quanto ao futuro. É o desejo de fechar as cortinas da vida e colocar um ponto final na existência.
Se pensarmos que essas coisas só acontecem com o ser humano do nosso tempo, estamos completamente enganados. Homens e mulheres do passado, homens e mulheres da Bíblia, também enfrentaram essa doença chamada depressão. O profeta Elias foi um homem levantado por Deus em tempo de crise política e apostasia religiosa em Israel. Ele, ousadamente, confrontou os pecados do rei Acabe, chamou a nação indecisa a colocar sua confiança em Deus e triunfou valentemente sobre os profetas de Baal. Elias foi um homem que viveu de forma maiúscula e superlativa. Aprendeu a depender de Deus e a realizar grandes obras em nome do Altíssimo.
Mas Elias também tinha os pés de barro. Ele era homem semelhante a nós. Ele não era um super-homem nem um super-crente. Depois de retumbantes vitórias, Elias ficou deprimido. Quais foram as causas principais:
1ª Causa – Elias TIROU os OLHOS de Deus e colocou-os nas CIRCUNSTÂNCIAS
“Elias teve medo e fugiu para salvar a vida…” (1º Reis 19.3)
Num dado momento, Elias pensou que sua vida dependia da ímpia Jezabel e não de Deus. Por isso, ele temeu e fugiu. Sempre que tiramos nossos olhos de Deus para colocá-los nas circunstâncias adversas afundamos num pântano de desespero.
2ª Causa – Elias ENTROU na CAVERNA quando mais precisava das PESSOAS à sua volta
“Em Berseba de Judá ele deixou o seu servo e entrou no deserto, caminhando um dia. […] Ali entrou numa caverna e passou a noite…” (1º Reis 19.3-4,9)
A depressão nos prega essa peça: quando mais precisamos de companhia queremos nos trancar nos quartos escuros. Elias dispensou o seu moço, quando mais precisava dele.
3ª Causa – Elias fez uma leitura PESSIMISTA da situação à sua VOLTA
“… Sou o único que sobrou, e agora também estão procurando matar-me.” (1º Reis 19.10)
Ele pensou que somente ele havia permanecido fiel a Deus naquela avalanche de apostasia, mas Deus lhe afirmou que havia mais sete mil que tinham permanecido firmes na fé.
4ª Causa – Elias PERDEU completamente a PERSPECTIVA do FUTURO
“… Chegou a um pé de giesta, sentou-se debaixo dele e orou pedindo a morte: já tive o bastante, Senhor. Tira a minha vida; não sou melhor do que os meus antepassados.” (1º Reis 19.4)
Elias pediu para si a morte. Ele julgou que o melhor tempo da sua vida havia ficado no passado e que o futuro só lhe reservava um espectro de desespero.
Diante de todas essas causas, muitos sintomas da depressão foram revelados na vida de Elias: medo, fuga, isolamento, baixo auto-estima, desinteresse pela vida. Muitos outros sintomas podem revelar a depressão que já chegou, ou a depressão que está batendo a porta da sua vida: vontade de chorar, dificuldades de dormir, falta de energia, falta de vontade de fazer as coisas que gosta, dificuldades de se concentrar, vontade de sair menos e ficar mais tempo sozinho, comer para se consolar ou perder o apetite. Cuidado, pois a depressão pode estar mais perto do que você imagina!
Porém, a boa notícia é que Deus deseja cuidar da nossa depressão assim como ele cuidou do profeta Elias. Deus tratou da depressão do profeta Elias de várias maneiras.
Para vencer a depressão…
1. Entenda que você precisa DORMIR BEM
“Depois se deitou debaixo da árvore e dormiu…” (1º Reis 19.5)
Deus tratou Elias por meio da sonoterapia. A depressão deixa a mente agitada. Uma pessoa deprimida fica com o corpo cansado, mas a mente não desliga. Elias precisou dormir e descansar para sair do buraco da depressão. O sono repõe as energias, ajuda a tirar os problemas do foco da nossa atenção. Ele ainda contribui com a produção de neurotransmissores. A falta de sono aumenta o stress o mau humor e o cansaço. Um grande problema é que a depressão por vezes causa insônia.
Para vencer a depressão…
2. Entenda que você precisa ALIMENTAR-SE adequadamente
“… De repente um anjo tocou nele e disse levante-se e coma. Elias olhou ao redor e ali, junto à sua cabeça, havia um pão assado sobre brasas quentes e um jarro de água. Ele comeu, bebeu e deitou-se de novo.” (1º Reis 19.5-6)
Deus tratou Elias por meio de uma alimentação adequada. Deus preparou uma refeição para Elias no deserto. Deu-lhe pão e água e ele recobrou suas forças. Uma pessoa deprimida, muitas vezes, sente náuseas do alimento. É preciso fortalecer o corpo no tratamento dessa doença. Para que o seu corpo sintetize alguns neurotransmissores é imprescindível que ele disponha das substâncias necessárias para construí-los. O corpo tem acesso a elas através da alimentação, desse modo uma dieta equilibrada e rica em determinados alimentos vai auxiliá-lo a sair de vez da depressão.
Para vencer a depressão…
3. Entenda que você precisa EXPOR a sua dor
“… E a palavra do Senhor veio a ele: o que você está fazendo aqui, Elias? Ele respondeu: tenho sido muito zeloso pelo Senhor, o Deus dos Exércitos. Os israelitas rejeitaram a tua aliança, quebraram os teus altares, e mataram os teus profetas à espada. Sou o único que sobrou, e agora também estão procurando matar-me.” (1º Reis 19.9-10)
Deus tratou Elias dando-lhe a oportunidade do desabafo, a oportunidade de expor a sua dor. Elias estava dentro de uma caverna, quando Deus lhe perguntou: “O que fazes aí, Elias?”. Deus, assim, o ordena a sair da caverna para destampar a câmara de horror da alma e espremer o pus da ferida. O desabafo é uma necessidade vital para a assepsia da alma. Assim como com a ansiedade está relacionada à preocupação com o que o futuro nos reserva, a depressão quase sempre se relaciona ao sofrimento de algo que já perdemos ou a uma dor pela qual já passamos. Em suma a depressão é o excesso de passado em sua mente, libertando-se do passado você pode se curar da depressão.
Para vencer a depressão…
4. Entenda que Deus ainda tem PROMESSAS para sua vida
“O Senhor lhe disse: saia e fique no monte, na presença do Senhor, pois o Senhor vai passar.” (1º Reis 19.11)
Deus tratou Elias revelando-lhe que o melhor da sua vida estava pela frente. Elias pensou que o seu ministério havia chegado ao fim. Mas, ele ainda haveria de ungir um profeta em seu lugar, um rei na Síria e outro em Israel. Elias pensou que a vida não fazia mais sentido e por isso, queria morrer, mas Deus o levou para o céu sem que ele passasse pela morte. Deus o arrebatou ao céu num redemoinho e Elias deixou os trapos da depressão para vestir-se com as roupagens alvas da felicidade eterna.
Conclusão:
Todos nós estamos sujeitos à doença chamada depressão. Mas não precisamos entregar os pontos. Além dos profissionais da área médica que estão ao nosso dispor, Deus trata da nossa depressão com orientações simples, práticas e objetivas:
Seja mais otimista; melhore sua auto-estima; afaste a solidão; faça novos amigos; controle sua ansiedade; não fuja dos seus problemas, enfrente-os; tome banhos de sol; ajude outras pessoas; faça exercícios físicos; descanse; alimente-se bem; exponha a sua dor e creia que Deus ainda não terminou de escrever a sua história.

 

Rolar para o topo