Você Nasceu para a Liberdade

VOCÊ NASCEU PARA A LIBERDADE!
mensagem pregada pelo Pr. Vicente Bomfim
No mundo de hoje a palavra liberdade tem sido traduzida da seguinte forma: faço o que eu quero, na hora que eu quero, da maneira que eu quero. Mas o que desejo abordar com vocês não é este conceito chulo da palavra liberdade, chamado pela humanidade de “direito de ir e vir de um cidadão”. O que estou querendo tratar com vocês é um conceito mais profundo da palavra liberdade. Este conceito seria o mesmo trado pelo mestre no evangelho de João: a liberdade eterna. A Bíblia diz:
“Então, Jesus dirigiu a palavra aos judeus que diziam crer nele: se vocês permanecem comigo, vivendo o que eu ensino, sem dúvida são meus discípulos. Então, irão experimentar a verdade, e a verdade vai libertá-los. Surpresos, retrucaram: mas somos descendentes de Abraão! Nunca fomos escravos de ninguém. Como você pode dizer: a verdade vai libertá-los? Jesus respondeu: declaro solenemente a vocês que quem escolheu uma vida de pecado caiu em uma armadilha, num beco sem saída. Assim é de fato um escravo. Um escravo é um hóspede temporário, que não pode ir e nem vir quando quer. Já o filho tem uma posição estabelecida e o controle da casa. Portanto, se o filho vos libertar, vocês serão livres.” (João 8.31-32)
Jesus estabelece uma conversa com aqueles judeus e agora traz a informação para eles do que era necessário para ser verdadeiramente livre. Jesus disse:
Para ser livre…
1. Reconheça sua condição de vida.
“Então, Jesus dirigiu a palavra aos judeus que diziam crer nele: se vocês permanecem comigo, vivendo o que eu ensino, sem dúvida são meus discípulos. Então, irão experimentar a verdade, e a verdade vai libertá-los.” (João 8.31-32)
Quando Jesus fala isso aos judeus ele estava querendo dizer que eles precisavam reconhecer sua verdadeira condição de vida. Condição esta que era de escravos do pecado! Ou seja, eles estavam amarrados por cordas invisíveis as quais eles não tinham condições de desamarrar. Mas Jesus os avisa para não se desesperarem, pois haveria uma solução para este estado de vida, se eles reconhecessem suas próprias condições. Jesus, ao expressar isso, criou neles uma repulsa ao ponto deles explanarem sua religiosidade dizendo: ”somos filhos de Abraão”. Somos filhos da promessa! Mas, para serem estes verdadeiros filhos como eles gostavam de dizer, eles precisavam entender duas coisas que os tornariam filhos de Abraão de verdade:

  • A primeira: os verdadeiros filhos imitam corretamente ação de seu pai.
  • A segunda: os verdadeiros filhos sempre ouvem a voz de seu pai e obedecem.

Partindo deste pressuposto, tenho umas perguntas para vocês: Vocês têm imitado seu pai do céu? Vocês têm obedecido a ele em tudo ou somente quando lhe convém fazê-lo? Pense nisso e reconheça sua condição de vida!
Para ser livre…
2. Saiba que você é escravizado pelo pecado.
“Jesus respondeu: Declaro solenemente a vocês que quem escolheu uma vida de pecado caiu em uma armadilha, num beco sem saída. Assim é de fato um escravo.” (João 8.34)
Quando Jesus falou sobre liberdade, os Judeus logo caíram na defensiva, pois na mente deles, eles eram santos, puros e sem nenhuma implicação em suas vidas. Quando Jesus exclama falando da armadilha do pecado que eles estavam, quase que enlouqueceram de tão irados que ficaram. Sabe o que aprendo aqui: aprendo que nós também somos assim sempre que somos confrontados por Jesus. Caímos para a defensiva, achando que não é conosco ou que não somos assim tão ruins.
Sabe de uma coisa? O pecado tem nos dominado, e mais, tem escravizado a nossa vida e nos aprisionado em áreas que sozinhos não temos como nos livrar. Jesus nesta noite esta oferecendo a oportunidade de nos livrarmos da armadilha que o pecado preparou para nos escravizar, do beco sem saída em que entramos. Jesus nesta noite nos oferece algo extraordinário, ele nos oferece o desfrutar da Casa do Senhor para sempre. Pois, aprenda uma coisa:

“O escravo até desfruta da casa do Senhor, mas só por alguns momentos. O filho desfruta para a eternidade.”

Livre-se da escravidão do pecado. Como? Entendendo as ações do mesmo.
Para ser livre…
3. Receba a liberdade oferecida por Jesus.
“Portanto, se o filho vos libertar, vocês serão livres.” (João 8.36)
Neste ponto Jesus se declara ser aquele que poderia dar a liberdade aos Judeus no âmbito espiritual. Jesus, ao verbalizar estas palavras, estava afirmando quem ele era e que se eles cressem nele estariam livres da condenação do pecado.
Chegamos, então, ao ponto alto deste nosso bate-papo de hoje. E o que podemos aprender neste terceiro ponto? Podemos aprender que Jesus é o único que pode nos livrar das garras do pecado, das mãos terríveis de Satanás, do castigo eterno. Podemos aprender que temos que tomar uma decisão digna, da decisão tomada por Jesus, ao nosso respeito na cruz do calvário. Podemos aprender que Jesus está ao nosso alcance. Basta somente tomarmos uma decisão e Ele entrará em nossas vidas.
Conclusão:
Para ser livre…
1. Reconheça sua condição de vida.
2. Saiba que você é escravizado pelo pecado.
3. Receba a liberdade oferecida por Jesus.
Jesus nos livra das armadilhas do pecado. Pois o pecado nos escraviza, nos mata, e nos condena eternamente. A bíblia diz que Jesus veio para nos dar vida e vida em abundância (João 10.10). Quero fechar este tempo ajudando-o a tomar uma decisão em sua vida que mudará a sua eternidade. Se você deseja tomar uma decisão ao lado de Jesus entregando sua vida para Ele cuidar, ore comigo em voz baixa. Vamos orar!

 

Rolar para o topo