Você Terá o seu Clamor Atendido

VOCÊ TERÁ O SEU CLAMOR RESPONDIDO
mensagem pregada pelo Pr. Marcelo Coelho Fernandes
“Então, chegaram a Jericó. Quando Jesus e seus discípulos, juntamente com uma grande multidão, estavam saindo da cidade, o filho de Timeu, Bartimeu, que era cego, estava sentado à beira do caminho pedindo esmolas. Quando ouviu que era Jesus de Nazaré, começou a gritar: Jesus, Filho de Davi, tem misericórdia de mim! Muitos o repreendiam para que ficasse quieto, mas ele gritava ainda mais: Filho de Davi, tem misericórdia de mim! Jesus parou e disse: chamem-no. E chamaram o cego: ânimo! Levante-se! Ele o está chamando. Lançando sua capa para o lado, de um salto pôs-se em pé e dirigiu-se a Jesus. Perguntou-lhe Jesus: o que você quer que eu lhe faça? O cego respondeu: Mestre, eu quero ver! Disse Jesus: vá, a sua fé o salvou. Imediatamente ele recuperou a visão e seguiu Jesus pelo caminho.” (Marcos 10.46-52)
Qual é o motivo do seu clamor? Qual é o seu pedido? O que está afligindo o seu coração? Quais são as áreas da sua vida que você tem buscado resposta?

  • Você está com uma enfermidade que não vai embora?
  • Você está endividado?
  • Você tem andando triste?
  • Você está se sentindo solitário?
  • Você está cansado?
  • Você está confuso?
  • Você se sente derrotado?
  • Você está preso a vícios?
  • Você está desiludido?
  • Você está amargurado?
  • Você está com um filho que não deixa as drogas?
  • Você está em um casamento que não melhora?
  • Você tem sonhos que nunca são alcançados?
  • Você está esperando por uma gravidez que não acontece?

Não importa o que seja o motivo da sua busca. Eu tenho uma boa notícia para você – o seu clamor pode ser atendido. A Bíblia narra a história de um homem que teve o seu clamor atendido. Seu nome era Bartimeu. Ele era cego, pobre e mendigo. Nos tempos bíblicos, ser cego – como tantas outras doenças – era considerado uma maldição. De acordo com a Lei, um cego não poderia servir a Deus (Levítico 21.17,18). O povo da época de Jesus acreditava que a cegueira era consequência de pecados. Esse pensamento não apenas causava uma exclusão da graça e da misericórdia de Deus como também excluía o cego do convívio das pessoas.
Bartimeu não tinha saúde, nem dinheiro, nem valor próprio. Para a sociedade da época ele era maldito. Aquele homem carregava não apenas sua capa, mas também seus complexos, seus traumas, suas feridas abertas. Bartimeu vivia à margem do caminho e da sociedade. Mas quando Jesus passou ele poderia ter usado a boca para manifestar as suas revoltas, a sua insatisfação, mas o cego Bartimeu clamou pela compaixão de Jesus e foi atendido no que desejava.
O que podemos aprender com esse homem sobre como ter o nosso clamor atendido? Quais são as lições que estão por trás deste texto?
Para ter o seu clamor atendido…
1. Resista aos impedimentos humanos que se levantam contra você.
“Muitos o repreendiam para que ficasse quieto, mas ele gritava ainda mais: Filho de Davi, tem misericórdia de mim!” (v. 48)
Havia no coração de Bartimeu o desejo de ter o seu clamor atendido. No entanto, algumas pessoas tentaram fazer com que o homem se calasse. Na busca por encontrar resposta para o seu clamor, quem está tentando abafar a sua voz? Quem está tentando impedi-lo de clamar pela ajuda de Jesus? Não desista, persista, resista a qualquer impedimento para que você possa experimentar a resposta que tanto espera. Por isso:

Diante dos impedimentos a perseverança é o caminho do êxito.

Bartimeu alcançou o êxito em sua busca, porque o impedimento humano não foi capaz de paralisá-lo. Bartimeu alcançou a resposta do seu clamor porque não desistiu no meio do caminho, não ficou se lamentando diante do impedimento, mas continuou buscando, batendo na porta da graça, pedindo ao Senhor para intervir em sua vida. A persistência que Bartimeu teve em continuar clamando a despeito daqueles que tentaram o impedir, fez do impossível uma possibilidade.
Sua persistência em clamar faz do impossível uma possibilidade real.
Para ter o seu clamor atendido…
2. Seja específico em seu pedido.
“Perguntou-lhe Jesus: o que você quer que eu lhe faça? O cego respondeu: Mestre, eu quero ver!” (v. 51)
Jesus fez uma pergunta e Bartimeu foi específico em sua resposta. Isso só foi capaz porque Bartimeu sabia exatamente o que precisava. Ele estava à espera de um milagre e quando Jesus lhe fez a pergunta, Bartimeu disse o que precisava que Jesus fizesse em sua vida. E você? Você sabe do que precisa? A vida humana é cheia de desejos e necessidades. Deus quer que expressemos nossas verdadeiras necessidades e desejos, apesar dEle saber de todas as coisas. Porém, saber pedir especificamente envolve duas coisas: Fé e sabedoria!
“Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida. Peça-a, porém, com fé, sem duvidar, pois aquele que duvida é semelhante à onda do mar, levada e agitada pelo vento.” (Tiago 1.5,6)
Para ter o seu clamor atendido…
3. Acredite que Jesus não vai deixar você sem resposta.
“Disse-lhe Jesus: Vai a tua fé te salvou. E imediatamente recuperou a vista e foi seguindo pelo caminho”. (v. 52)
Jesus não deixou Bartimeu sem resposta. Creia que Jesus não vai deixar você sem resposta. Seja qual for à resposta – sim, não ou espera – Jesus sempre tem uma resposta para você. Na Bíblia, Deus promete responder nossas orações:
“Ele clamará a mim, e eu lhe darei resposta, e na adversidade estarei com ele; vou livrá-lo e cobri-lo de honra”. (Salmos 91.15)
“Você clamará ao Senhor, e ele responderá; você gritará por socorro, e ele dirá: Aqui estou”. (Isaías 58.9)
“Antes de clamarem, eu responderei; ainda não estarão falando, e eu os ouvirei”. (Isaías 65.24)
“Por isso lhes digo: Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta… Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e àquele que bate, a porta será aberta”. (Lucas 11.9-10)
“Se vocês permanecerem em mim, e as minhas palavras permanecerem em vocês, pedirão o que quiserem, e lhes será concedido”. (João 15.7)
“Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas, que não sabes.” (Jeremias 33.3)
Conclusão:
Para ter o seu clamor atendido…
1. Resista aos impedimentos humanos que se levantam contra você.
2. Seja específico em seu pedido.
3. Acredite que Jesus não vai deixar você sem resposta.

 

Rolar para o topo