Zerando as Rivalidades

INVESTINDO EM GRANDES RELACIONAMENTOS
ZERANDO AS RIVALIDADES | 04/08
mensagem pregada pela Pra. Tatiana Ramos
“O amor não é invejoso.” (1ª Coríntios 13.4)
Alguém disse: A inveja providencia a lama que as falhas jogam sobre o sucesso. Você pode apostar que se deixar sua marca positiva no mundo, alguém vai aparecer com uma borracha tentando apagá-la. Esta é a série Investindo em Relacionamentos. Em 1ª Coríntios 13, no verso 4 encontramos: “O amor não é invejoso”.
Hoje vamos pensar como podemos zerar as rivalidades que vêm da inveja. Entretanto, a única forma de você zerar a rivalidade é detonar toda raiz de inveja do teu coração! Lembre-se: raízes brotam e viram árvores!
INVEJA É DIFERENTE DE CIÚME. O ciúme diz “Eu quero o que é seu”. Isto é horrível, mas a inveja consegue ser pior: a inveja diz “Eu não só quero o que é seu, mas quero também que você perca o que adquiriu. Eu não quero que você tenha mais”.
A inveja diz: “Eu não quero apenas que a minha grama fique mais verde, mas quero também que a sua fique marrom”. A inveja pode ser vista como raiz de conflitos em todos os tipos de relacionamentos. Vivemos num mundo competitivo. Todos nós somos tocados pela inveja. As grandes propagandas de artigos são feitas para criar inveja. “Se você comprar nossos produtos você vai ser invejado por todos”.
1. COMO A INVEJA DESTRÓI OS RELACIONAMENTOS?
Desejo que olhemos as consequências da inveja – como destrói os relacionamentos – e gastaremos a maior parte do tempo em como reduzir a inveja em nossas vidas. A Bíblia diz que a inveja faz três coisas nos relacionamentos:
1.1. CAUSA CONFLITOS – Tiago 4.1 (NTLH)
“De onde vem as lutas e as brigas entre vocês? Vem dos maus desejos que estão sempre lutando dentro de vocês.”
É o que Tiago diz. Os conflitos procedem dos seus desejos íntimos. Olhe bem o carro que eu estou dirigindo! Veja as minhas joias! Meus filhos são muito espertos! Observe a cor do meu cartão de crédito! A inveja é uma das maiores causas de conflitos no casamento. “Você gasta mais tempo no seu trabalho do que comigo!” “Você tem mais liberdade do que eu! Você joga futebol na sua maior parte de tempo! Você faz mais sucesso… Você chama mais atenção… Você tem mais liberdade…” Dois profissionais na família competindo em suas profissões. A inveja destrói os relacionamentos por causar conflitos.
1.2. INCITA RESSENTIMENTOS – Tito 3.3
“… Nossas vidas estavam cheias de rancor e inveja. Odiávamos aos outros e os outros nos odiavam.”
A inveja é o caminho mais curto para o ressentimento. Ela sempre causa amargura. Nós nos ressentimos de outras pessoas porque temos inveja de seu sucesso. “Eu deveria ter sido promovido e não eles.” Nós nos ressentimentos da riqueza das pessoas. “Quem eles pensam que são para viver numa casa daquela? Eu gostaria de ter uma igual. Nós invejamos as realizações das pessoas, a beleza. Você pode até ter inveja da espiritualidade de alguém. “Como pode o marido dela ser espiritualmente mais comprometido que o meu”? Isso não é justo!” Isto é inveja. E é ressentimento.
Tiago 3.16 – “Por onde você encontra inveja… ali você encontra desordem e toda sorte de mal praticado.”
Circule “toda sorte”. Ele diz que se você é verde, com a inveja, vai ficar maduro para confusão. A inveja conduz a outros pecados. Produz fofoca, roubo, adultério, assassinato. Os irmãos de José o invejaram e o venderam como escravo. Quando Saul invejou Davi, ele tentou matá-lo.
1.3. FAZ-ME SENTIR MISERÁVEL – Provérbios 14.30
“O coração em paz dá vida ao corpo, mas a inveja apodrece os ossos.”
Se você já teve uma crise de inveja, você conhece isso por experiência própria. A inveja é para sua alma como o câncer é para seu corpo. Vai comer você vivo se não prestar atenção. Vai atormentar você e consumi-lo. Quando você sente inveja isso produz ressentimento. E isso vai crescendo e crescendo até você ficar obcecado com a competição. Você fica tão insistente que terminará deprimido. Você não pode ser feliz e invejoso ao mesmo tempo. Um dos grandes segredos da felicidade é aprender a maneira de eliminar a inveja de sua vida.
2. COMO ELIMINAR A INVEJA DE SUA VIDA?
Há duas maneiras de você não fazer isso:
• NÃO TENTE MUDAR SUAS CIRCUNSTÂNCIAS.
“Eles têm mais dinheiro do que nós, daí vou fazer de tudo para ter mais do que eles.”
O único problema é que quando você chega num determinado nível haverá sempre um próximo. Se você estiver motivado pela inveja você irá se desgastar tremendamente porque sempre haverá um nível mais alto a conquistar.
• NÃO TENTE MUDAR SEUS SENTIMENTOS.
“Eu vou me forçar duramente para não ter inveja. Vou dar duro para não ter esse sentimento.”
Você simplesmente não pode forçar um sentimento, isso não funciona. Deus diz que o caminho para não ter inveja é pela mudança de sua perspectiva. A maneira como você vê a situação é o modo como você negocia com a inveja. Você precisa mudar algo mais profundo e possível!
3. CINCO MANEIRAS DE SUPERAR A INVEJA NOS RELACIONAMENTOS:
3.1. CONFESSE O SEU PECADO DA INVEJA AO SENHOR.
“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça.” (1ª João 1.9)
A inveja é um pecado e precisa ser confessada a Deus.
3.2. RESISTA A COMPARAÇÃO COM OS OUTROS
“Que cada um de vocês esteja seguro de estar fazendo o melhor, pois assim terá a satisfação pessoal de uma obra bem feita e não precisará se comparar com outra pessoa.” (Gálatas 6.4 BV)
Deus não nos fez em série, somos seres de formação exclusiva e única. Toda inveja começa quando nos comparamos com os outros. Se você não fizer isso, você não vai ter inveja. “Não temos a pretensão de nos igualar ou de nos comparar (…) agem sem entendimento.” 2ª Coríntios 10.12
Deus nos diz que é estupidez nos compararmos com os outros. É pura tolice! Todos nós somos diferentes. Comparação é a raiz da inveja. Não se compare com os outros. Faça o seu melhor. É daí que a satisfação aparece. Porém, não se esqueça que a inveja é uma escolha. Todas as vezes que você sente inveja é porque você escolheu senti-la. Embora o faça miserável, mas foi você que escolheu. Você escolhe fazer comparações e Deus diz, não faça isso!
Entretanto, sempre que começo a sentir inveja eu preciso parar e fazer-me uma pergunta muito dura como, “O que eu estou dizendo para mim mesmo agora?” O que estou dizendo sobre essa situação que não é verdadeira? Que meu trabalho está baseado em como eu me comparei com alguém? Não faça comparações.
3.3. RECONHEÇA SUA SINGULARIDADE
“Tu criaste cada parte do meu corpo; tu me formaste na barriga de minha mãe.” (Salmo 139.13)
A inveja é uma expressão de inferioridade. Quando eu fico inseguro, eu sinto inveja. É sempre causada pela minha baixa autoestima. Este é o problema real. Quanto tenho baixa autoestima eu me sinto ameaçado – por alguém mais bonito, mais bem vestido, que tem mais status, mais escolaridade, mais carisma etc. E Deus diz, não faça isso! Reconheça que você é único. Você não precisa invejar a ninguém. Você deve ser apenas tudo para o qual Deus lhe fez em primeiro lugar.
3.4. ALEGRE-SE COM O QUE VOCÊ POSSUI
“É muito melhor ficar satisfeito com o que se tem do que estar sempre querendo mais.” (Eclesiastes 6.9 NTLH)
Para superar a inveja nos relacionamentos eu preciso me alegrar com as coisas que tenho. Em vez de focar a atenção no que não tenho, eu preciso ser agradecido com relação às coisas que possuo. Hoje no Brasil, de modo geral, o desejo de adquirir está fora de controle. As pessoas pensam:
“Eu já possuo isso, mas se eu adquirir mais aquilo, aí eu serei mais feliz.” Isto não é verdade. Você não pode comprar a felicidade. O quanto vai ser suficiente para você? Até que ponto eu vou parar de gastar tanto comigo mesmo e começar a usar o que tenho para ajudar as pessoas?
Eu preciso fazer uma dura pergunta para mim mesmo, como “Se eu me mudar de um carro de R$ 50.000,00 para um de R$ 100.000,00 isso vai dobrar minha felicidade”? Creio que não! Eu penso que Deus não se importa nada sobre quanto custa o carro que eu dirijo. O que Deus quer saber é sobre os seus motivos.
Se você está cheio de inveja pelos outros, então você está fora do alvo. “Vou comprar esta casa porque assim as pessoas terão inveja de mim.” Ou “Eu acho que isso me fará mais feliz.” Não é verdade. Isso pode até deixar você eufórico, mas não vai lhe trazer felicidade. Você pode comprar euforia, mas não pode comprar felicidade. Você pode comprar euforia, mas a euforia não é permanente. Usa-se e joga-se fora.
Você sabe por que ficamos aborrecidos com as nossas casas? Porque as coisas não mudam, as pessoas mudam. Deus nos fez para mudar e ficamos aborrecidos com as coisas que não mudam. Coisas nunca mudam. Elas permanecem no mesmo e nós temos de ter criatividade para reinventá-las. Isto explica porque vibração dá e passa. Eu preciso me alegrar com as coisas que tenho.
Uma das coisas incríveis sobre a inveja é que quando invejamos as pessoas, projetamos nossos problemas nelas como se elas fossem às culpadas. “O problema de eu me sentir miserável é porque você tem boa aparência.”
Procuro uma aula de aeróbica para adquirir boa musculatura e não é o que quero. Algumas de vocês, senhoras, vão na aula de aeróbica e veem ali uma garota em forma, usando minissaia… E você diz: ”Esse tipo de coisa eu nunca usaria.” Quem se importa? Nós projetamo-nos outros nossos problemas. “ A razão porque sou infeliz é porque você tem mais dinheiro do que eu… você tem mais sucesso.” Isso não teria qualquer peso na sua felicidade.
Isso é algo que você escolhe e permite que aconteça. Filipenses 4.11 diz, “… pois aprendi a estar satisfeito com o que tenho.” Nós já temos mais do que merecemos e precisamos a aprender estar satisfeito.
3.5. REPROGRAME O SEU MODO DE PENSAR
“Mantenham os pensamentos nas coisas do alto, não nas coisas terrenas.” (Colossenses 3.2)
Este é o principal antídoto para vencer a inveja. Tente, a partir de hoje, ver a vida do ponto de vista de Deus. Reconheça que as coisas materiais são todas temporárias, não vão permanecer para sempre. Se concentre nas coisas que são de valor, que durarão pela eternidade, coisas que sejam significativas – como amar, conhecer e servir a Deus.
Quando eu me concentro em dar a Deus o lugar número um na minha vida, concluo que Ele me fez único neste mundo e Ele tem planos para mim, então todo o tipo de competição se torna irrelevante. Porque eu não estou competindo com ninguém. Eu sou único. E você também é.
Se você já disse: “Eu vou adquirir isto como uma forma de ser feliz, de sobreviver”. Na Bíblia, isso se chama idolatria. É quebrar o primeiro mandamento que diz, “Não terás outros deuses diante de mim”. Qualquer coisa que você diga “Eu vou ter isso para ser feliz”, esse é o seu deus. O fato é que só existe uma coisa que você deve ter como absoluto de sua vida para alcançar a eternidade. Você precisa ter uma relação pessoal com Jesus Cristo.
Tudo o mais é secundário. Se algo toma o lugar disso, como alvo final e objetivo na vida, você está no caminho da inveja, porque isso pode ser tirado de você. A única coisa que não pode ser tirada de você é sua relação pessoal com Deus através de Jesus Cristo.
“Parem de lutar! Saibam que eu sou Deus!” (Salmo 46.10)
Conclusão:
O antídoto é dar tal atenção ao plano de Deus para a sua vida, que você não se aborrecerá com a inveja que os outros estão tendo. Você está centrado em agradar a Deus.
“Não tenha inveja dos pecadores. Procure respeitar e obedecer a Deus todos os dias da sua vida. Assim o seu futuro será brilhante.”  (Provérbios 23.17,18)
Por que poderíamos gastar uma noite inteira falando sobre a inveja? Uma razão é porque está na Bíblia. “O amor não é invejoso.” Mas um pesquisador encontrou vários artigos sobre a inveja em revistas não cristãs, alguns deles destacando o fato de que na década de 90 é reconhecida como a Década da Inveja, por causa das mudanças na sociologia etc.

 

Rolar para o topo