Estudo 09 – Com Jesus na Ressurreição

Estudo 09 – COM JESUS NA RESSURREIÇÃO
Semana de 17 a 23 de abril de 2022
Clique aqui e faça o download do estudo em PDF

“No primeiro dia da semana, estando ainda escuro, Maria Madalena foi ao sepulcro de madrugada e viu que a pedra havia sido removida. Então, correu ao encontro de Simão Pedro e do outro discípulo, a quem Jesus amava, e disse-lhes: tiraram do sepulcro o Senhor, e não sabemos onde o puseram. Então Pedro e o outro discípulo saíram e foram ao sepulcro. E os dois corriam juntos, mas o outro discípulo correu mais depressa do que Pedro e chegou primeiro. Abaixando-se, viu os panos de linho deixados ali, mas não entrou. Chegando Simão Pedro, que o seguia, entrou no sepulcro e viu os panos de linho deixados ali. Viu também que o lenço, que fora colocado sobre a cabeça de Jesus, não estava com os panos, mas dobrado em lugar à parte. Então o outro discípulo, que chegara primeiro ao sepulcro, também entrou, viu e creu. Porque ainda não entendiam a Escritura, a qual era necessário que ele ressuscitasse dentro os mortos.” (João 20.1-9)

Jesus Cristo não apenas morreu na cruz por nossos pecados. Ele também ressuscitou! Os outros evangelhos também registram a ressurreição de Jesus Cristo. Apesar da morte de Jesus, atualmente, ser mais mencionada e valorizada do que a ressurreição, isso não está correto. A ênfase do testemunho da Igreja primitiva estava na ressurreição de Jesus e não em sua morte. Por que a ressurreição de Jesus foi considerada tão importante pela Igreja primitiva? Quais os significados e consequências dessa ressurreição?

1. A Ressurreição de Jesus VALIDA o seu SACRIFÍCIO na cruz (1ª Coríntios 15.14,17). O que é validar? Validar é tornar ou declarar válido; legitimar; legalizar, ratificar, aprovar, autenticar. Então, O que Paulo quis dizer com esse texto? Paulo quis dizer que a ressurreição de Jesus é o que autentica e valida o seu sacrifício, ou seja, se Jesus não tivesse ressuscitado dos mortos, sua morte na cruz teria sido inútil. Não apenas a obra de Jesus foi validada pela sua ressurreição. De acordo com o apóstolo Paulo, sua identidade como Filho de Deus também o foi (Romanos 1.4).

2. A Ressurreição de Jesus POSSIBILITA uma NOVA VIDA ao crente (2ª Coríntios 5.15,17). O experimentar de uma nova vida em Cristo só é possível porque Ele ressuscitou dos mortos. (Leia 1ª Pedro 1.3) Para Pedro, o cristão só pôde ser regenerado, ou seja, nascer de novo, por causa da ressurreição de Jesus. Nesse sentido, leia também, o que Paulo escreveu aos Romanos (Romanos 6.4-10). Jesus, ao ressuscitar dos mortos, venceu a morte e o pecado. Assim, aquele que está nEle, ou seja, crê nEle, morreu para o pecado e ressuscitou para uma nova vida, conforme a vontade Deus.

3. A Ressurreição de Jesus ASSEGURA a ressurreição do ÚLTIMO DIA (1ª Tessalonicenses 4.16). Por quatro vezes no capítulo 6 do evangelho de João, Jesus se refere à ressurreição do último dia (João 6.39-40,44,54). Que ressurreição é essa? É a ressurreição dos mortos em Cristo, que acontecerá quando Jesus voltar. Paulo fala sobre isso nos versos que lemos. De acordo, também, com Paulo, essa ressurreição está assegurada por causa da ressurreição de Jesus (1ª Coríntios 6.14; 2ª Coríntios 4.14; 1ª Coríntios 15.20). O que significa Cristo ser “o primeiro entre os que faleceram”? Significa que Ele foi o primeiro de muitos a ressuscitar dos mortos, ou seja, assim como Ele ressuscitou, os demais filhos de Deus também irão ressuscitar. Assim, não haverá mais oportunidade para a morte e o pecado entre os filhos de Deus (1ª Coríntios 15.54-55). Esse é um hino de vitória, de celebração e alegria pela ressurreição do Cristo e da Igreja. Porque Ele venceu, a Igreja também vencerá!

CONCLUSÃO: você crê na ressurreição de Jesus? Da fé nessa ressurreição depende sua salvação, ou seja, não basta crer apenas que Jesus morreu por você. Ele morreu e ressuscitou. Da fé nessa ressurreição depende sua santificação, ou seja, é essa vitória de Jesus sobre o pecado que te possibilita vencer o pecado hoje. Da fé nessa ressurreição dependerá o seu futuro, pois Cristo foi a primeira das ressurreições dos filhos de Deus. Da fé nessa ressurreição, surgirá uma grande alegria e desejo de celebrar em seu coração! Ele venceu a morte e o pecado!

PARA REFLEXÃO: Pense em alguém que ainda não entregou sua vida para Jesus e não conhece nada a respeito de sua ressurreição. Não perca tempo: apresente Jesus Cristo para ele o mais breve possível.

PARA ORAÇÃO: Ore agradecendo a Deus pela Ressurreição de Jesus que validou todo Seu sacrifício na cruz do calvário.

PARA APLICAÇÃO: Aleluia! Ele ressuscitou! Que nesse dia você possa meditar na realidade do tumulo vazio, da ressureição de nosso Senhor Jesus e desfrutar de sua graça e bondade. Celebre! Ele Vive!

JEJUM DA SEMANA (De 17 à 23/04): SEXTA SEMANA – CARNE VERMELHA.

LEITURA DEVOCIONAL: Livro 24 horas que transformaram o mundo, Editora Vida – (Leitura do SÉTIMO capítulo)

Rolar para o topo