Estudo 14 – Mova-se Como um Filho de Deus

Estudo 14 – MOVA-SE COMO UM FILHO DE DEUS
Semana de 05 a 11 de junho de 2022
Clique aqui e faça o download do estudo em PDF

“Se alguém lhe bater numa face, ofereça-lhe também a outra. Se alguém lhe tirar a capa, não o impeça de tirar-lhe a túnica. Dê a todo aquele que lhe pedir, e se alguém tirar o que pertence a você, não lhe exija que devolva.” (Lucas 6.29,30)

Como Cristãos, Jesus nos dá mandamentos que podemos considerar como radicais. Na realidade, a intenção de Jesus é nos ver livres do amor ao dinheiro, da necessidade de segurança e das honras terrenas. Isso porque, para um filho de Deus, Jesus representa todas essas coisas. Para isso, precisamos ter uma mudança genuína de coração. Uma mudança que se espelhe em Jesus e olhe para Sua recompensa, não para o que o mundo oferece. Esta mudança refletirá em atitudes reais, como fazer o bem às pessoas que nos fazem mal com um desejo sincero. Ou então, nossa oração para que toda sorte de bênçãos venha sobre aqueles que, muitas vezes, desejam unicamente nos prejudicar. Entenda que pessoas falham, pessoas erram e pessoas mentem. Mas o exemplo que Jesus deixou com as pessoas que ferem sempre foi o melhor possível. Uma pergunta que cabe quando somos confrontados, indignados e perseguidos é: O que Jesus faria em meu lugar? Creio que, primeiro, Ele falaria com a pessoa sobre o erro, depois, se desse certo, tentaria envolver a pessoa mais profundamente no assunto e, se possível, a convidaria para comer com Ele e conversar. Se isso não fosse possível, penso que Ele deixaria Seu amor fluir livremente, mesmo sabendo que se trata de uma pessoa arrogante, mentirosa e até trapaceira. Sempre quando você não entender direito a situação, seja generoso e amável. Sendo assim, como um filho de Deus se move?

1. AMANDO SEUS INIMIGOS (Mateus 5.44,45). A grande questão aqui é que Jesus não está dizendo: “Você só será filho de Deus quando provar que é capaz de amar seu inimigo”. Pelo contrário, Ele está dizendo: “Mostre que você é filho de Deus amando seu inimigo”. Como discípulo, você está sendo chamado a amar porque é filho de Deus e não para se tornar filho de Deus. Como discípulos, temos de produzir frutos. E você só pode dar fruto por estar ligado à Videira que é Jesus. Só produzimos por sermos ramos. Sem Jesus, nada podemos fazer. Quando estamos conectados à Videira, nossa luz brilha na escuridão do mundo e as nossas boas obras exaltam o nome do Senhor sobre a terra: assim as pessoas glorificam ao Pai! Estas boas obras são frutos de já sermos filhos e não obras para sermos filhos. A luz que brilha em nós é a luz do amor do Pai, que está dentro de cada filho. “Nossa filiação em Deus nos liberta da ansiedade” John Piper.

2. TENDO A CERTEZA DA SUA HERANÇA (Lucas 6.35). Existe uma ligação entre amar nossos inimigos, receber uma grande recompensa e ser filho de Deus. Isso quer dizer que, quando provamos ser filhos de Deus amando nossos inimigos, temos garantido uma grande recompensa nos céus. Isso é a herança! Filhos são herdeiros, e os herdeiros de Deus são herdeiros de tudo. A alegria que nos sustenta em meio à perseguição quando nos esforçamos para amar nossos inimigos não se baseia no que o mundo pode oferecer, mas acima de tudo, no que Deus representará para nós como nosso Pai e no que Jesus será para nós como nosso Rei no futuro.

3. AGINDO COM GENEROSIDADE (Mateus 10.8). Todos os que entendem e aceitam o amor de Jesus são perdoados de todos seus erros e pecados, sendo aceitos como filhos de Deus. O Senhor perdoou nossos pecados gratuitamente por causa de Jesus. Este perdão foi concedido mediante o seu sangue. Não merecemos tal perdão, nem o conquistamos. Nós o recebemos pela fé. Jesus veio para dar sua vida em resgate de muitos, não veio chamar justos, mas pecadores. Todo que reconhece Jesus como único caminho, verdade e a vida, passa a ocupar a posição de discípulo perdoado, cidadão do céu e filho de Deus, não por algo que tenha feito ou por amar seus inimigos, mas por causa da graça de Jesus. Se entendermos que recebemos de graça, ou seja, não pagamos nada por isso, também devemos dar de graça! Assim, nos tornamos pessoas generosas. “Vocês receberam de graça quando eram inimigos de Deus; agora deem amor de graça a seus inimigos” John Piper.

PARA REFLEXÃO: Você já foi confundido como um legítimo filho de Deus?

PARA ORAÇÃO: Ore pedido a Deus que o ajude a mover-se como Seu filho.

PARA APLICAÇÃO: Aproveite toda oportunidade que Deus der a você para mover-se como Seu filho, amando seus inimigos, tendo a certeza da sua herança e agindo com generosidade.

Rolar para o topo