Estudo 24 – Filiação Restaurada

Estudo 24 (2021) – Filiação Restaurada
Série: PATERNIDADE
Semana de 29 de agosto a 04 de setembro
(Clique aqui e faça o download do arquivo)

“… Vamos fazer uma festa e comemorar. Pois este meu filho estava morto e voltou à vida; estava perdido e foi achado. E começaram a festejar.” (Lucas 15.23,24)

Estamos chegando ao final da nossa série de estudos sobre Paternidade. A nossa expectativa é que cada um que se envolveu nessa jornada tenha a sua paternidade bem resolvida. A paternidade bem resolvida é sinal de que a filiação com o Pai foi restaurada. E, se a filiação com o Pai foi restaurada, é hora de usufruir dos seus benefícios. A despeito de todas as lutas, sofrimentos e perdas deste tempo presente, todos nós podemos nos deleitar nas bênçãos dessa filiação restaurada com o Pai. Ao invés de olharmos para as circunstâncias ao nosso redor, somos convidados a experimentar tudo o que o Pai do Céu preparou com todo amor e carinho para seus filhos queridos. Então, o que é preciso fazer para usufruir os benefícios de uma filiação restaurada?

Para usufruir os benefícios de uma filiação restaurada…

1. ARREPENDA-SE do DISTANCIAMENTO do Pai (Lucas 15.17-22). No contexto desse texto que lemos, Jesus começa a história revelando que o Pai tinha dois filhos. O filho que foi embora e assumiu sua vontade de viver independente do Pai, voltou arrependido porque, ao se deparar com o ambiente fora da casa do Pai, reconheceu que até quem não era filho era bem cuidado pelo Pai. Por isso, decidiu voltar ao Pai, reconhecendo seus enganos. Podemos ser como esse filho, tivemos nossa filiação restaurada, mas nos distraímos com outras possibilidades e nos desvinculamos do Pai, achamos que precisamos de novidades, de curtir a vida, mas sempre é tempo de reconhecer e de se arrepender e voltar para o Pai, e ser surpreendido por tão grande amor.

2. DEIXE toda a ORFANDADE para trás (Lucas 15.31). Como estamos em um mundo onde habita o pecado, somos machucados de alguma forma, já nascemos órfãos, mesmo que tenhamos pais e mães biológicos. A nossa orfandade não vem da terra, mas vem da desconexão com a paternidade do céu. “Enquanto você não se desligar das dores da terra, você ficará impedido de desfrutar da filiação do céu”. Todos nós vivemos situações que bloqueiam um relacionamento íntimo com o Pai do céu. Dentre elas: abusos, vícios, traições, decepções, frustrações. Mas, quando aceitamos Jesus e voltamos para o Pai, o amor derramado diariamente em nós, nos cura, nos liberta, nos restaura. Você é um filho amado de Deus e tem acesso livre à sua presença. Todos os dias você pode ser invadido por sua paz, amor, bondade, fidelidade, graça e perdão. Independente de suas falhas, você tem acesso ilimitado ao coração do Pai. Ele o resgatou para que você viva a vida original que Ele planejou antes de tudo ser criado. Por isso você pode deixar toda a orfandade para trás.

3. DIRECIONE sua vida para os PROJETOS de Deus (Lucas 15.32). Assim como o filho que ficou em casa, temos a tendência de servir, mas o serviço é a última etapa para uma filiação restaurada. Enquanto você não se apropriar de sua filiação, o serviço não será por gratidão, mas por obrigação ou mérito. Deus nos chama de filhos e nos dá a missão de testemunhar a outros que também podem ser filhos. Deus colocou dentro de cada um de nós um jeito de revelar a sua pessoa e tudo que Ele coloca dentro de nós é para que abençoemos pessoas e revelemos a quem pertencemos. A proximidade com Deus gera frutos desse relacionamento. Quanto mais estamos com Ele, mais Ele nos envolve em suas ações no mundo. Nossa vida passa a ter sentido porque sabemos o nosso valor como filho e qual a missão que Ele nos envolveu para impactar os ambientes em que estamos.

CONCLUSÃO: Você tem sua filiação restaurada, você só precisa se posicionar como filho e usufruir de tudo que o Pai já disponibilizou para você. Você é o que o Pai diz que você é e não o que você pensa ou o que pessoas disseram a você. Você é amado, escolhido, perdoado, amigo e, com certeza, um filho do Pai do céu.

• Para reflexão: O que é ter uma paternidade bem resolvida? O que falta a você para viver uma paternidade bem resolvida?

• Para oração: Vamos orar para que aqueles que precisam restaurar sua filiação possam alcançar essa benção em suas vidas.

• Para aplicação: Compartilhe essa semana com alguém sem igreja o seu testemunho de filho amado do Abba.

• Para indicação: Leitura do livro “PATERNIDADE BEM RESOLVIDA”, de Fabiano Ribeiro, Editora Inspire.

Rolar para o topo